Folha Vitória Com medo de virar meme no Enem, aluna é a primeira a chegar

Com medo de virar meme no Enem, aluna é a primeira a chegar

Neste domingo (21) de provas do Enem, alunos respondem a questões de linguagens e códigos e ciências humanas e fazem redação

Folha Vitória
Foto: Portal R7
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Estudante Mariana Batista, 20 anos, foi a primeira a chegar para evitar imprevisto com atraso

A estudante Mariana Batista, 20 anos, moradora de Santo Antônio do Descoberto, cidade goiana no Entorno do Distrito Federal, chegou às 10h30 na escola de Brasília onde faz o Enem neste domingo (21). Ela foi a primeira a chegar ao local de prova.

"Saí de casa às 7h50, fui a primeira a chegar. O medo da minha mãe era perder o horário e virar meme", explica a jovem. Ela optou por não fazer o Enem no ano passado por conta da pandemia. "Minha mãe tem diabetes, tive receio, agora estamos vacinadas", relata. "Eu tirei um ano para trabalhar e estudar para o Enem. Ano que vem vou fazer faculdade de fisioterapia para mudar de vida."

Ao meio-dia, pelo horário de Brasília, os portões de 11.905 locais de prova se abriram em todo o país para permitir a entrada dos mais de 3,1 milhões de inscritos no Enem. Neste primeiro domingo, perto desse horário, o movimento de estudantes era tranquilo em frente às escolas no Distrito Federal.

Mais de 61,4 mil candidatos são esperados para o exame impresso e digital em Brasília. No Centro de Ensino Fundamental Athos Bulcão, no Cruzeiro Novo, uma dezena de participantes se acumulava em frente ao local para esperar a abertura dos portões.

O pequeno número de estudantes causou estranheza entre os candidatos. O tempo instável foi mais um adversário: o vento forte e o céu nublado são o prenúncio da chuva.

Na sexta-feira (19), a secretaria de Mobilidade anunciou que iria reforçar as linhas de ônibus duas horas e meia antes do início e do encerramento das provas, programado para às 19h. Isso porque, neste domingo, os candidatos vão responder 90 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias, e ciências humanas e suas tecnologias, além de redigir a redação.

"Na última vez não consegui fazer tudo, fiquei nervosa, mas esse ano me preparei, fiz cursinho, tenho fé", explicou Jaine Alves, 21 anos. Uma das preocupações é com a redação. O texto dissertativo-argumentativo deve ter até 30 linhas. Além do texto, o cartão de respostas precisa ser preenchido com caneta preta, e só é permitido o uso daquelas fabricadas em material transparente.

Enem

O Enem é uma das principais formas de acesso ao ensino superior no país. Com o resultado das provas, os participantes podem concorrer a vagas em universidades públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O desempenho também é requisito para disputar bolsas parciais ou integrais de estudos em faculdades privadas pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) ou ainda acessar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Com informações do Portal R7

Últimas