Folha Vitória Com respeito mútuo, Brasil e Croácia entram em campo nesta sexta

Com respeito mútuo, Brasil e Croácia entram em campo nesta sexta

Seleções se enfrentam pela terceira vez em Copas do Mundo, Brasil venceu as duas partidas anteriores

Folha Vitória
Foto: LUCAS FIGUEIREDO/DIVULGAÇÃO/CBF
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

"Futebol é uma caixinha de surpresas". Ainda que a frase seja um clichê já um tanto velho e cansado, tem sido verdadeira no que diz respeito à Copa do Catar. Com várias zebras pelo caminho, o que faz com que até mesmo a mais forte das seleções abra mão de favoritismos. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

É o caso de Brasil e Croácia, que deixaram preferências de lado e demonstraram respeito mútuo às vésperas de entrarem em campo pelas quartas de final no Estádio Da Saúde, em Doha, nesta sexta (09), às 12h (horário de Brasília). 

O lateral Danilo e o meio-campo Luka Modric, trocaram elogios e empurraram o favoritismo um para o outro em entrevista oficial um dia antes da partida. Em Copas, as duas equipes se enfrentaram em duas ocasiões: na Alemanha em 2006 e no Brasil em 2014, ambas com a vitória da seleção canarinho. Por 1x0 e 3x1, respectivamente. 

Leia Também: Copa dos Acréscimos: confira as seleções que mais jogaram na Copa do Mundo até então

Quem começou a sessão de gentilezas foi Danilo, que exaltou a qualidade do meio-campo croata. O lateral elogiou e muito a seleção vice-campeã da Copa de 2018 e prevê que o Brasil enfrente um pedregulho na partida de sexta. 

“A Croácia marcou cinco gols e sofreu dois até agora. Se não me engano, em seis participações na Copa chegou a uma final e teve três quartas. Conta com jogadores do calibre de Modric, como Kovacic, Perisic, Brozovic, habituados a grandes decisões. Vai ser uma partida que nos exige estar no máximo da concentração e empenho. É um adversário que vai bater de frente com a gente de todas as maneiras”, disse o jogador.

O atleta deve, novamente, improvisar na lateral-esquerda, substituindo Alex Sandro, que se recupera de uma lesão no quadril. Éder Militão deve cumprir a função de Danilo na lateral- direita. Se isso acontecer, o Brasil contará com o mesmo elenco da partida contra a Coreia do Sul. 

Já os croatas, que surpreenderam por chegar às quartas, chegam com ânimo e gás para o confronto. Ainda que tenham despachado o Japão por conta das desastrosas cobranças de pênalti dos asiáticos, a equipe da Croácia ainda não está satisfeita e procura o tão sonhado título inédito. 

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Luka Modric, camisa 10 da Croácia

"Fizemos um bom trabalho por chegar às quartas de final, mas, independentemente disso, queremos mais. A maior partida da Copa do Mundo está bem à nossa frente. O Brasil é sempre favorito, mas especialmente nesta Copa merece isso. Temos que ser nós mesmos, dar nosso melhor. Não podemos ficar satisfeitos só com as quartas", disse o camisa 10 Luka Modric. 

O vencedor da partida enfrentará quem avançar no jogo entre Argentina e Holanda. Os dois embates acontecem na sexta-feira: a primeira, às 12 horas (de Brasília), no estádio Cidade da Educação; a outra, às 16 horas, no Lusail.

*Com informações do Portal R7

Últimas