Folha Vitória Com Vitória em risco moderado, bares ficam lotados na Praia do Canto

Com Vitória em risco moderado, bares ficam lotados na Praia do Canto

A capital está classificada, no mapa de risco em vigor, em risco moderado e, por isso, o funcionamento é permitido

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A primeira sexta-feira (21) após a liberação para o funcionamento dos bares em Vitória, está sendo de muita movimentação. Na região conhecida como Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, os estabelecimentos estão lotados. 

Seguindo o decreto do Governo do Espírito Santo, em Vitória, bares e restaurantes poderão funcionar nesta sexta e no sábado (22), até as 22 horas, e no domingo (23), até as 16 horas. A capital passou para o risco moderado, e por isso, a flexibilização. Na semana que vem, a cidade permanecerá no risco moderado, conforme classificação do Mapa de Risco presentado, nesta sexta-feira (21).

Nas outras cidades da Grande Vitória, que estão em risco alto, o funcionamento dos restaurantes é permitido na sexta-feira, até as 20 horas, e no sábado, até as 16 horas. Bares não podem realizar atendimento presencial.

LEIA TAMBÉM:

>> Após dois meses, comércios de Vitória vão funcionar sem restrições no fim de semana

>> Bares em Vitória podem virar foco de aglomeração de moradores de outras cidades, alerta Estado

Foco de aglomerações

Após o município ser o único classificado como de risco moderado para a transmissão da covid-19, segundo mapa do Governo do Estado, a capital pode virar o foco de aglomerações de moradores de outras cidades da Região Metropolitana, onde os locais permanecem fechados.

A secretária de Estado de Turismo e membro do Centro de Comando e Controle da Pandemia, Lenise Loureiro, considerou essa possibilidade, mas alertou que todos os envolvidos, entre eles donos de estabelecimentos e população em geral, devem contribuir para que não haja excessos nessa flexibilização das atividades.

"É um risco, mas os responsáveis por esses estabelecimentos devem estar atentos à capacidade desses espaços, bem como a consciência da população de que não pode aglomerar".

A secretária disse que os protocolos sanitários pedem distanciamento entre as mesas dos botecos, além de uso de máscara pelos clientes enquanto não estão consumindo bebidas e alimentos.

"O que se quer agora é permitir um pouco mais de atividade econômica nesse segmento. A convivência está permitida mas desde que seja feita de forma moderada".

A medida foi possível porque o governo do Estado mudou a regra do mapa de risco e deixou de avaliar a Região Metropolitana como uma única cidade.

LEIA MAIS:

>> Setor leva proposta ao governo do ES para que eventos possam reunir até 700 pessoas

>> ES registra 42 mortes e mais de 1,8 mil novos casos de coronavírus em 24 horas

>> Covid-19: Grande Vitória permanece no risco alto; só a Capital está no moderado

Últimas