Folha Vitória Comerciantes da Rota do Carmo, em Pedra Azul, fazem protesto por situação crítica das vias de acesso

Comerciantes da Rota do Carmo, em Pedra Azul, fazem protesto por situação crítica das vias de acesso

Apesar da beleza do local, os mais de cem comerciantes da região estão pedindo socorro

Folha Vitória
Foto: Vagner Uliana
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um dos principais pontos turísticos do Estado, a Pedra Azul, também vem sofrendo as consequências das fortes chuvas. Dentre as opções aos visitantes, estão os cerca de 25 estabelecimentos da charmosa Rota do Carmo.

Apesar da beleza do local, os mais de cem comerciantes da região estão pedindo socorro e chegaram a realizar um protesto no último domingo (27) pedindo o restabelecimento da normalidade na região. Veja registro feito pelo veículo “Pedra Azul News”:

O que vem acontecendo, segundo os locais, é que as vias de acesso à rota, da rodovia estadual ES 368, estão em situação crítica, impedindo a entrada de turistas. De acordo com Vagner Uliana, proprietário de uma pousada da localidade e produtor de café de excelência, a região está completamente intransitável.

“Comércio, pousadas, produtores rurais e demais moradores pedem socorro. Tudo começou com as obras de pavimentação, que receberam ordem de serviço por volta de abril. Mas o trabalho mesmo começou em setembro. E sabemos que outubro, novembro e dezembro são de muita chuva, até março, por vezes. Então as obras começaram na hora errada”, iniciou o empresário.

Segundo Uliana, tudo corria bem até o final do mês de outubro, quando então começou a chover. Com o tempo, ele afirma que os trabalhadores da empreiteira foram indo embora e a estrada passou a ficar em péssimo estado.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

“Temos quase 150 famílias que dependem da estrada e não tínhamos condições, fizemos protesto no domingo e a prefeitura mandou maquinário. Nesta quinta (01) começaram a mexer na estrada, mas está chovendo. E aí temos mais um final de semana sem praticamente abrir nada aqui”, explicou.

O comerciante explicou que, ao buscar a prefeitura, é afirmado que a estrada é estadual, mas que há 40 anos, período em que mora no local, sempre viu o município fazendo a manutenção. “Mas é de uma forma mais ou menos. Jogaram material ontem, mas do jeito que está chovendo, acho difícil que alguém passe aqui”, acrescentou.

O que diz a prefeitura de Domingos Martins?

Questionada, a prefeitura de Domingos Martins esclareceu, em nota, que trabalhou durante esta semana em parceria com o Governo do Estado para a recuperação da trafegabilidade da Rota do Carmo, que fica no distrito de Aracê.

Além disso, o município reconheceu a importância da via para o turismo e para a atividade agrícola local, explicando que a Rota do Carmo passa por obras de pavimentação do Governo do Estado.

“Porém ficou intransitável devido às chuvas constantes dos últimos dias. Para os serviços de recuperação emergencial do local, a Prefeitura realizou o transporte do material "saibro", e a empresa executora da obra já em andamento está executando os trabalhos de distribuição e compactação do material. Os trabalhos na parte mais crítica da via foram concluídos ontem (1º), e hoje (02) o serviço segue no restante da extensão da Rota do Carmo”, afirmou o município.

O que diz a Seag?

Também questionada a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Agricultura e Pesca (Seag), apontada como responsável pela obra, até o momento não houve resposta. Esta publicação será atualizada quando houver retorno.

Procurado o Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES), foi apontado que a competência de realização da obra, que faz parte dos “Caminhos do Campo”, é da Seag.

Últimas