Folha Vitória Como é o pão francês ideal? Saiba escolher o seu e veja curiosidades

Como é o pão francês ideal? Saiba escolher o seu e veja curiosidades

Você sabia que o pão francês é responsável por cerca de 50% de todo o volume de pães produzidos no Brasil?

Folha Vitória
Foto: Pixabay
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
O pãozinho de sal é uma paixão de milhares de brasileiros

Neste sábado (16) é comemorado o Dia Mundial do Pão. Apesar de logo de cara não parecer, há muito o que saber sobre o pãozinho, que é a paixão de milhares de pessoas. 

>> Padarias capixabas se unem e doam pães para quem não pode comprar

Eduarda Buaiz, diretora-geral e vice-presidente da Buaiz Alimentos, afirma que comemorar o Dia Mundial do Pão significa reforçar a qualidade da farinha de trigo Regina produzida no Espírito Santo, no único moinho de trigo capixaba, e que há décadas faz parte do dia a dia das famílias.

“O sucesso da farinha de trigo Regina é exatamente o resultado de uma atuação focada na inovação e em investimentos constantes em tecnologia, estudos e mapeamento de tendências". 

E agora, a empresa tem vários produtos novos, e que são feitos com a parte mais nobre do trigo para que os consumidores tenham sempre o melhor em casa.

"Além da tradicional, produzimos a Farinha de Trigo Gourmet, feita com a parte mais nobre do trigo, sendo mais pura e clara, ideal para fazer pães e massas frescas; e a Farinha de Trigo Integral, com nutrientes e fibras, sendo indicada para uso em qualquer receita artesanal”. 

SOBRE O PÃO FRANCÊS

Você sabia que o pão francês é responsável por cerca de 50% de todo o volume de pães produzidos no Brasil? Todos os dias milhares saem dos fornos das padarias brasileiras, sempre quentinhos e fresquinhos para a população se deliciar. Na prática, são milhões de unidades vendidas a cada ano!

O famoso pãozinho francês, também conhecido como pão careca, jacó, pão de sal e carioquinha, é um que já faz parte do dia a dia do brasileiro.

No Brasil, o consumo médio supera as 704 toneladas por mês, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip).

>> Como é o pão francês ideal? <<

- Cor da crosta: a cor ideal é amarelo-dourada, ligeiramente espelhada, homogênea e levemente brilhante. A crosta fica presa ao miolo, e tem cerca de 0,5 mm de espessura.

- Pestana: pestana é o corte na parte superior do pão – e uma das características mais evidentes no pão francês. É também um dos principais sinais que o processo de produção foi bem feito. A pestana deve ser fina, regular, presa ao pão, com bordas destacadas e abertura entre 20 mm e 50 mm. O legítimo pão francês tem um único corte na parte superior.

- Crocância: a boa crosta é crocante na medida certa. É craquelada na medida e não pode ter aparência ou toque muito liso.

- Aspecto: o pão perfeito aparenta ser bem assado sendo crocante por fora, mas não duro.

- Integridade: a integridade é o pão francês mantido inteiro e sem esfarelar.

- Simetria: o pão francês tem 14 cm de comprimento e 7 cm de largura, forma arredondada e assamento uniforme em toda a extensão.

- Cor do miolo: o adequado é branco, tendendo ao creme, sem estrias, manchas ou buracos. A textura do miolo é macia e elástica.

- Estrutura das células do miolo: as células são distribuídas de forma uniforme, levemente alongadas, ovais – não pode ter alvéolos irregulares, com buracos muito grandes ou áreas densas demais.

- Aroma: característico do produto, o inconfundível cheiro do pãozinho saindo do forno é um dos atrativos mais marcantes. 

- Sabor: não pode ser salgado demais, ter sabor residual de gordura ou gosto de massa crua.

>> Inovando nas receitinhas <

Foto: Montagem Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Que o pão ´´e uma paixão nacional todo mundo já sabe, mas ele também está ganhando outras versões com muitas variedade de recheios, texturas, além de massas de fermentação natural, integral, rústica e com grãos.

No site da buaizalimentos.com.br na aba receitas > categorias > pães, há várias receitas diferentes e que fogem do tradicional.

E alinhada à tendência do mercado de panificação na busca por produtos de alta qualidade, e, cada vez mais, com composições naturais e saudáveis, a Buaiz Alimentos tem renovado a produção de farinhas de trigo, apostando em compostos mais saudáveis, tanto na linha comercial quanto nos produtos do portfólio industrial.

A marca capixaba que está presente na mesa dos capixabas há 80 anos vem com produtos mais funcionais voltados para o consumidor. Um deles é a Farinha de Trigo Regina na versão integral, que é fonte de fibras, proteínas e vitaminas e auxilia na produção de massas mais leves e saudáveis. 

“Esta farinha integral pode substituir a farinha branca no preparo de qualquer receita, tanto em casa quanto em indústrias de alimentos, deixando as massas mais saudáveis, inclusive, àquelas clássicas ‘receitas da vovó’”, diz Adenailton Xavier Martins, técnico de panificação da empresa.

Foto: Buaiz Alimentos
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Para o setor industrial, a Buaiz Alimentos tem uma variedade de farinhas de trigo, todas com ferro e ácido fólico (vitamina B9), além de produtos mais específicos como a Pré-Massa Pão Francês com Fibras, que tem a finalidade de produzir pães do tipo francês e baguetes, enriquecidas com fibras de trigo e seus nutrientes. 

Outro destaque voltado para produção industrial é a Pré-Massa Pão Integral, focada em garantir a produção de pães com baixo teor de açúcar, aliada aos benefícios das fibras e nutrientes da farinha integral, sem perder o sabor e a maciez.

Últimas