Folha Vitória Como educar os filhos da nova geração? Especialista alerta os pais sobre a importância da correção

Como educar os filhos da nova geração? Especialista alerta os pais sobre a importância da correção

Os pais devem conscientizar as crianças a fazer o que é correto não por medo de apanhar mas sim por compreender os princípios básicos dos valores morais, éticos e comportamentais que regem uma sociedade

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Você faz parte da geração que levou umas boas palmadas ou até mesmo, apanhou com a famosa 'varinha de goiaba?'. Com o passar dos anos, a educação dos pais em relação aos filhos tem mudado, afinal de contas, tudo evolui.

A repreensão física tem se tornado cada vez mais uma prática condenada. Por conta de alguns exageros na hora de educar os filhos, crianças eram espancadas e por conta disso em 26 de junho de 2014, foi sancionada a 'Lei da Palmada',  conhecida também como a "Lei do Menino Bernado", onde proíbe o uso de castigos físicos ou tratamentos cruéis e degradantes contra crianças e adolescentes no Brasil. 

A Lei da Palmada foi alvo de críticas negativas, já que muitos defendem a “educação tradicional”, alegando que castigos físicos leves ou moderados sempre foram usados como métodos de correção.

A Lei da Palmada veio para conscientizar os pais e responsáveis que as crianças devem aprender a fazer o que é correto não por medo de apanhar mas sim por compreender os princípios básicos dos valores morais, éticos e comportamentais que regem uma sociedade.

Foto: Reprodução/Pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Porém, muitos pais dessa nova geração, tem se perdido na hora de impor limites aos filhos. As atitudes irresponsáveis desses pais, deixando as criança fazerem o que querem, tem levantado uma geração adolescentes e jovens inconsequentes, sem saber o valor de respeitar os pais e até mesmo normas estabelecidas.

Muitas vezes em forma de descontentamento com uma repreensão dos pais, a criança faz birras, responde, grita e esse é o momento em que os pais devem mostrar que a repreensão é para o bem da criança. É preciso impor limites!

Os pais devem ensinar, que quando a criança recebe uma resposta que não é do agrado, significa que os pais querem o melhor para filhos. Dessa forma quando os filhos saírem do contexto familiar e se deparar com situações do mundo a fora, elas estarão preparadas para o que lhe será cobrado.

Em entrevista, a Psiquiatra Clínica e Terapeuta Cognitiva, Giuliana Claudia, alerta os pais sobre alguns pontos de como educar os filhos:

- Convivência da familiar

- Como adequar a educação das crianças quando os pais pensam diferente? 

- Devemos castigar os filhos? 

Veja a entrevista completa:

Últimas