Folha Vitória Conceito de negócios exponenciais traz uma nova perspectiva para o mercado

Conceito de negócios exponenciais traz uma nova perspectiva para o mercado

Empresário, especialista em negócios exponenciais, explica como empresas podem obter um crescimento superior à média do mercado, em pouco tempo

Folha Vitória
Foto: Divulgação/DINO
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Existe no mercado um novo tipo de organização que  tem se destacado mais do que a média das empresas tradicionais. São os negócios exponenciais, aqueles que conseguem crescer e dobrar seu faturamento a cada curto período de tempo, com escalabilidade e abrangência. O assunto é tema de estudos aplicados por especialistas em negócios, como o empresário serial José Paulo Pereira Silva, que afirma que o conceito de exponencial revela um novo caminho para as organizações terem crescimento no mercado atual. 

O termo exponencial, aplicado aos negócios, traz a perspectiva de aliar o crescimento da receita da empresa com o comportamento do CEO ou líder por trás da estratégia de negócio. Uma pesquisa realizada pela Endeavor Brasil mostrou que 61% dos empreendedores acreditam que os líderes têm forte influência sobre os desafios enfrentados pela empresa, mostrando que é preciso focar, sim, em resultados, mas também em gestão de pessoas, tecnologia, marketing, performance, e outras habilidades que formam o líder exponencial.

“A liderança é fator determinante para que estratégias e decisões mais precisas sejam tomadas, e os negócios exponenciais precisam ser guiados por líderes que tenham um novo pensamento, que seja também exponencial. Ser conectado com as tendências, ter visão, agilidade, paixão, desafiar o status quo e compartilhar conquistas são características que formam esse novo líder", afirma José Paulo Pereira Silva, autor do livro Lições para você construir negócios exponenciais, lançado em agosto de 2021.

Segundo o empresário e autor, que fundou e dirige o Grupo Ideal Trends, é necessário romper com alguns paradigmas para dirigir um negócio exponencial. "Ao longo de minha carreira, fui percebendo que, nas muitas discussões sobre liderança, sempre surgia uma constatação em particular: é necessário um tipo diferente de organização, mais dinâmico e colaborativo, diferente do modelo tradicional hierarquizado”, conclui. 

A liderança, dentro de um modelo de negócio de crescimento exponencial, está diretamente relacionada à capacidade do líder em identificar as oportunidades de crescimento da empresa. Para o autor, cultivar essa cultura move e incentiva os colaboradores a contribuírem ativamente, direcionando-os a bons resultados, até que ela se torne a essência do negócio.

Construindo negócios exponenciais

No mundo empresarial, conhece-se o termo scale-up, que são empresas que têm, pelo menos, 20% de crescimento ao ano em receita por, pelo menos, três anos consecutivos. Para ser considerada como scale-up, é preciso que a companhia aumente a margem de lucro superando seu número de funcionários. Segundo estudo realizado pela Endeavor Brasil, apenas 0,5% das empresas no Brasil adequam-se ao modelo.

Apesar desse modelo em vigor representar empresas que inovam e crescem fora da curva tradicional, no crescimento exponencial, como explica José Paulo em seu livro, a empresa registra uma movimentação disruptiva em seu mercado e promove mudanças não apenas no faturamento. Os resultados incluem formação de líderes dentro da organização, inovação de processos, engajamento das equipes, sinergia entre os negócios e intraempreendedorismo. 

Empresas que queiram seguir nesse caminho devem, segundo José Paulo, ver além da tecnologia. Os atributos internos e externos da empresa, ou seja, as interfaces que conectam sistemas e dão autonomia para as equipes atuarem de forma descentralizada, e o uso de algoritmos para decisões mais assertivas e ativos baseados em informações, são caminhos que o empresário recomenda para quem deseja alcançar o crescimento exponencial. 

“O foco das organizações exponenciais não pode ser apenas tecnologia. Se elas se prenderem a um sistema tecnológico, esse também pode se tornar obsoleto em breve. Por isso, é preciso ver além e ter objetivos audaciosos que se baseiam nas necessidades que se observam para o futuro e sirvam para capturar a imaginação e os desejos das pessoas de dentro e fora da organização”, afirma o autor. 

A capacidade de crescimento de uma organização exponencial é disruptiva e chega a ser dez vezes mais rápida do que a de suas concorrentes, por conta principalmente do uso da inovação. Ela não possui recursos escassos, e amplia o seu potencial encontrando novas possibilidades de crescimento e escalabilidade através do investimento em recursos e em seus colaboradores.

“Nos tempos atuais, precisamos entender que crescimento exponencial não é algo que acontece da noite para o dia nos negócios. Todo sucesso demanda esforço, dedicação e persistência. Aprendi como o conceito de crescimento exponencial pode ser aplicado, de forma simples e desmistificada, pautada em minha experiência e prática de mais de 30 anos de carreira e muito além da teoria, colocando a mão na massa, errando e aprendendo, mas sempre focado em atingir a excelência e construir um projeto de futuro”, exemplifica José Paulo.

Últimas