Folha Vitória Conhecer para preservar: a importância do Centro de Visitação Tamar para evitar a extinção das tartarugas

Conhecer para preservar: a importância do Centro de Visitação Tamar para evitar a extinção das tartarugas

O espaço, que é aberto a visitação, tem o foco na educação ambiental

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A partir desta sexta-feira (09), começa uma expedição pelo centro de visitação do projeto Tamar, que fica na Praça do Papa, em Vitória. Ao longo do mês de outubro, vamos exibir cinco vídeos mostrando as curiosidades e os trabalhos de educação ambiental desenvolvidos no centro, que tem objetivo de conscientizar crianças e famílias sobre a importância de se preservar as tartarugas que existem aqui na nossa região.

O espaço, que é aberto a visitação, tem o foco na educação ambiental, conhecer para preservar. Por isso, recebe visitantes de todo o estado, pesquisadores e também grupos escolares. O centro também faz parte da parceria entre o projeto Tamar e a Arcelormittal. Essa parceria completa 20 anos e ajudou muito na preservação da tartaruga-verde (Chelonia mydas). Os números comprovam isso: 4.940 tartarugas-verdes foram capturadas, catalogadas e, em seguida, foram devolvidas ao mar.

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Para falar do centro de visitação, é preciso falar também da base do projeto que fica lá na ArcelorMittal, na área do efluente final da empresa, onde tem muitas tartarugas. Elas chegam lá porque a água é calma, morna e o local tem fartura de alimentação. Além disso, lá elas se sentem seguras. Quando se fala de preservação da espécie, a segurança faz toda diferença.

Os biólogos estimam que apenas uma em cada mil tartarugas chegam a idade adulta (cerca de 30 anos ). Não é fácil a vida da tartaruga, principalmente nos primeiros dias de vida, quando são muito frágeis e viram alvos fáceis para predadores.

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Para garantir a sobrevivência da espécie é essencial que se garanta a geração de um número alto de novas crias. Novas tartaruguinhas precisam nascer todos os anos. Uma forma de saber que isso está dando certo é ver que elas têm voltado para o mesmo ambiente onde se sentem seguras. Ao longo desse mês vamos falar muito disso e da importância dessa parceria. Além da saúde dos animais, esse tipo de trabalho permite também atestar a qualidade do efluente da empresa, em resumo: se a água estivesse muito poluída , as tartarugas não voltariam todos os anos.

A educação ambiental é sim o foco principal, mas a parceria também visa incentivar a geração de conhecimento e o incentivo à pesquisa.

Centro de Visitação

O centro foi inaugurado em 2012 e desde então já recebeu milhares de visitantes que vem em busca de uma experiência diferente, no espaço foram reproduzidos vários ambientes das tartarugas. Tem réplicas dos ninhos, dos ovos, tem os bonecos das tartarugas gigantes , tem a lojinha . O grande destaque do centro é o tanque gigante que foi construído com apoio da ArcelorMittal Tubarão . Esse é maior tanque de observação de tartaruga aqui no estado. Ele tem visores que permitem que gente fique pertinho das tartarugas e acompanhe elas nadando e se desenvolvendo .

Denise Borba Rieth, gestora do centro explica que essa aproximação desperta a empatia e a consciência, principalmente nas crianças. E se você quer conhecer o centro saiba que ele estava fechado para o público por conta da pandemia, foi reaberto com autorização da prefeitura de Vitória. O número de visitantes foi reduzido para evitar aglomeração. A temperatura da equipe e dos visitantes é controlada e o uso da máscara é obrigatório. Por onde você passa também tem álcool em gel para higienizar as mãos .

Se você se interessou, agende sua visita pelo e-mail tamarvitoria@tamar.org.br ou pelo telefone (27) 3225 3787.

Para fins de segurança, há controle do número de visitantes e da temperatura corporal, bem como obrigatoriedade do uso de máscaras. Também há vários pontos para higienização das mãos com álcool em gel, demarcação de distância segura entre os atrativos e determinação de direção única ao longo de todo o percurso.

Aos interessados em fazer uma visita exclusiva - grupos familiares ou de amigos de até 10 pessoas – o Centro oferece a Visita Especial. O programa conta com acompanhamento de um técnico da equipe e possibilita conhecer os bastidores do Projeto Tamar aos visitantes, observar a limpeza dos tanques e a alimentação e banho dos animais. Para a Visita Especial, o agendamento deve ser feito pelo e-mail tamarvitoria@tamar.org.br ou telefone (27) 3225-3787.

Na próxima reportagem vamos mostrar como funciona o centro, quem trabalha no local e como funciona a manutenção do espaço. Também vamos mostrar as curiosidades a respeito das tartarugas. No Brasil tem 5 espécies de tartarugas marinhas e no centro existem 11 animais de 4 dessas espécies. 

Últimas