Folha Vitória Corpo de menino de 7 anos morto pela mãe será enterrado na Serra

Corpo de menino de 7 anos morto pela mãe será enterrado na Serra

Após três dias de espera no Departamento Médico Legal de Vitória (DML), o corpo de Gabriel Figueiredo Pires foi liberado por uma tia-avó

Foto: Luana Damasceno
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O corpo do menino Gabriel Figueiredo Pires, de 7 anos, encontrado morto debaixo de uma cama, na Serra, será enterrado na tarde desta quarta-feira (9). A mãe da criança, Drielli Figueiredo Pires, confessou o crime à polícia e está presa. 

Após três dias de espera no Departamento Médico Legal de Vitória (DML), o corpo de Gabriel foi liberado por uma tia-avó, e seguiu para o enterro, que acontecerá em um cemitério da Serra. 

A tia-avó da criança contou que a mãe de Gabriel morava na Bahia, mas depois que se mudou para o Espírito Santo, trocava de bairro frequentemente. 

A mulher disse ainda que não tinha contato com Drielle e não conhecia pessoalmente seus filhos, mas como é a única parente no Espírito Santo, ficou à frente da liberação do corpo. 

A tia precisou tirar uma segunda via da Certidão de Nascimento do menino, já que a original não foi encontrada. Todo o processo foi realizado com o apoio da Assistência Social da Prefeitura da Serra, que também forneceu o auxílio funeral. 

Depoimento da mãe de Gabriel durou 6 horas

Durante o depoimento, que durou seis horas, Drielli disse que matou o filho asfixiado com um travesseiro. Para não levantar suspeitas, ela teria envolvido o filho em lençóis e ocultado o corpo embaixo da cama.

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Para os vizinhos, a mulher contou que a criança estava na casa do pai. Só que o homem está preso no Paraná e isso causou desconfiança.

Segundo os vizinhos da família, na última sexta-feira a mulher foi vista bêbada e chorando na região. Ela dizia que o filho não iria voltar para casa nunca mais. Questionada sobre o que teria acontecido, a mãe do menino contou aos vizinhos que o pai teria o levado.

Leia também: Mãe que matou o filho de 7 anos no ES tem prisão preventiva decretada pela Justiça

Algumas pessoas, no entanto, desconfiaram do sumiço do menino. Eles relataram para a polícia que vinham sentindo um forte odor vindo da casa em que a mulher morava com os filhos e, por isso, na manhã deste domingo, acionaram a polícia.

A equipe da Polícia Militar chegou ao local e encontrou a casa aberta, aparentemente vazia. Ao sentirem o forte odor, os policias olharam debaixo da cama e viram o corpo enrolado em várias camadas de faixas de lençóis.

Os policiais iniciaram a busca pela suspeita que, segundo testemunhas, estava tentando fugir do bairro com um dos filhos, de 6 anos.

Segundo a Polícia Civil, Drielli Figueiredo foi autuada pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e posse de entorpecentes para consumo próprio.

Saiba mais: 

>> Criança morta pela mãe: menino de 6 anos pediu para ir embora com pai da irmã após presenciar crime

>> Criança morta asfixiada: mãe é presa após prestar depoimento por mais de 6 horas

>> Mãe que matou filho de 7 anos asfixiado está grávida e escondeu corpo embaixo da cama por 3 dias

Últimas