Folha Vitória Cresce número de mortes de idosos e crianças por pneumonia no Brasil

Cresce número de mortes de idosos e crianças por pneumonia no Brasil

Os riscos de morte por doença infecciosa também atingem os adultos, em especial os idosos, população acima de 60 anos, que registram mais de 80% das mortes por pneumonia no país, segundo o Ministério da Saúde

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A cada ano o número de casos de pneumonia no país aumenta. De janeiro a agosto deste ano foram registrados mais de 400 mil casos, e a doença ainda é a principal causa de morte em crianças de até cinco anos, segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

Os riscos de morte por doença infecciosa também atingem os adultos, em especial os idosos, população acima de 60 anos, que registram mais de 80% das mortes por pneumonia no país, segundo o Ministério da Saúde.

“Quem tem crianças e idosos na família deve ficar atento também à pneumonia, já que esses grupos têm mais riscos de desenvolver a doença. Os sintomas mais frequentes são tosse, febre alta, calafrios, palidez e forte dor no tórax, fazendo com que às vezes a doença seja confundida com uma gripe ou resfriado. Mas se não tratada corretamente, a pneumonia pode trazer complicações”, diz a pneumologista Jéssica Polese.

Doença registra cerca de 900 mil casos de pneumonias no país, anualmente, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Jéssica explica que resfriados comuns e gripe podem se agravar e contribuir para desenvolver uma pneumonia causada por bactérias.

Em caso de qualquer sinal dos sintomas é preciso procurar um médico. “A pneumonia pode atingir os pulmões inteiros ou em partes. Dependendo do grau a que a doença chegue, ela requer uma rápida hospitalização do paciente para o início do tratamento”, explica a especialista.

Últimas