Folha Vitória Criança baleada em Guarapari passa por cirurgia e se recupera no quarto

Criança baleada em Guarapari passa por cirurgia e se recupera no quarto

A criança, de 10 anos, foi atingida na perna na noite da última sexta-feira (19)

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após ser baleada na perna durante uma confusão no bairro Elza Nader, em Guarapari, uma criança de apenas 10 anos precisou passar por uma cirurgia. Após o procedimento, o menino foi transferido para o quarto onde segue em recuperação.

A avó do menino, Luciene Eloisa de Assis, contou que a cirurgia foi delicada porque a bala fraturou o osso da perna esquerda, antes de atingir a perna direita.

"Ele já operou graças a Deus, está sentindo muita dor. Botou um monte de parafuso na perna, mas mesmo assim está sentindo dor. Ele está sendo muito bem cuidado no hospital", disse a avó.

O menino foi baleado na noite da última sexta-feira (19), após uma confusão entre policiais militares e moradores no bairro Elza Nader.

Noite de medo

Dona Luciene contou que, na noite em que tudo aconteceu, o neto brincava na rua com outras crianças. "Ele falou que estava brincando com os outros meninos, mas depois ele só sentiu um eco na cabeça e, depois que esse eco passou, ele viu que foi atingido e depois mandou chamar a mãe dele", relembrou a avó.

Depois do susto, os policiais que estavam no local colocaram a avó e o neto dentro da viatura e levaram os dois para um hospital de Guarapari para receber os primeiros socorros. 

Em seguida, o menino foi transferido para o Hospital Estadual Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha, onde está recebendo os cuidados.

Dona Luciene disse que o neto ainda não possui previsão de alta e que agora ela tem dois desejos. "Eu torço para ele ficar bem e espero justiça porque eles precisam saber o que eles fazem. Eles foram treinados para isso", disse a avó do garoto.

Perseguição policial

Tudo teria começado após a Polícia Militar dar início a uma perseguição a um suspeito do bairro Santa Mônica até o bairro Elza Nader, ambos em Guarapari, após uma denúncia de furto à residência.

Quando a PM alcançou o suspeito, ele agrediu os policiais que revidaram com dois disparos. Ao ver a cena, moradores se revoltaram contra os policiais e uma confusão generelizada começou. 

A PM informou que para conter o tumulto, os policiais fizeram uso de armas não letais. Disse, ainda, que os moradores estavam protegendo o suspeito. Pouco tempo depois a criança apareceu baleada; fato que deixou os moradores ainda mais revoltados.

A Polícia Militar disse que no carro do suspeito foram encontrados 42 tabletes de maconha, quatro bisnagas de haxixe e R$ 1.300,00 em espécie. O homem de 41 anos foi autuado em flagrante e levado para o presídio de Viana. Segundo a Polícia Civil, o disparo realizado pelo policial, está sob apuração na Corregedoria.

* Com informações da repórter Polyana Martinelli, da TV Vitória/Record TV.

Últimas