Folha Vitória Criança de 8 anos morre após dar entrada em hospital de Vitória com sinais de agressão

Criança de 8 anos morre após dar entrada em hospital de Vitória com sinais de agressão

Em depoimento, a mãe do menino disse que o padrasto da criança seria o responsável pelas agressões

Folha Vitória
Foto: Luana Damasceno
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um menino de oito anos morreu nesta sexta-feira (02), logo após dar entrada em um hospital de Vitória com sinais de agressão física. Paulo Antônio Marinho sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

De acordo com a Polícia Civil, a criança foi levada pela mãe até o Hospital Infantil de Vitória. Os médicos que prestaram o atendimento disseram que o menino apresentava marcas de violência pelo corpo. 

A criança morava com a mãe, o irmão mais novo e o padrasto. O pai biológico do menino foi avisado sobre o ocorrido por telefone. 

Após serem informados sobre o caso, policiais militares foram até o hospital e ouviram a mãe da vítima. A jovem de 23 anos foi levada para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Vitória para prestar depoimento. A mulher chegou acompanhada da irmã. 

O depoimento da mãe da criança durou cerca de uma hora. Para o delegado, a mulher contou que o filho mais novo passou mal e, por isso, ela saiu com a criança para um hospital. Quando chegou em casa, ela teria sentido falta de Paulo. Ao procurar pelo filho, ela encontrou a criança desacordada em um cômoda da casa. 

A mulher disse ao delegado que o companheiro dela, o padrasto do menino, seria o responsável pelas agressões. Após o depoimento, a jovem foi liberada. Ela esteve no Departamento Médico Legal da capital para liberar o corpo do filho.

Desde a manhã desta sexta-feira (02), a Polícia Militar realiza buscas no Morro do Romão, em Vitória, à procura do padrasto do menino. Até o momento, o homem não foi localizado.

*Com informações da repórter Suellen Araújo, da TV Vitória/RecordTV

Últimas