Folha Vitória Crime em família: adolescente mata o tio a facadas após ser chamado de ladrão

Crime em família: adolescente mata o tio a facadas após ser chamado de ladrão

Segundo familiares, o jovem é usuário de drogas e confessou o crime

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O final de semana foi marcado pela violência em Guarapari. Em dois dias, três homicídios foram registradas no munícipio. Em um dos casos, um adolescente, de 15 anos, teria assassinado o tio a facadas. O crime aconteceu no quintal da casa da vítima, no bairro São Gabriel.

Na manhã desta segunda-feira (25), a família de Wilson dos Santos esteve no Departamento Médico Legal para liberar o corpo do homem. Segundo familiares, Wilson foi morto com, ao menos, 20 facadas. Ele teria sido atacado pelo sobrinho após chama-lo de ladrão. O adolescente confessou o crime. 

Segundo a polícia, o jovem já tinha passagens pela justiça pelo crime de roubo. A sobrinha da vítima disse que o menor também era usuário de drogas. O jovem foi conduzido para a Delegacia Regional de Guarapari e autuado em flagrante por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado por motivo fútil.

No mesmo bairro, um outro homicídio deixou os moradores assustados. A vítima foi atingida por um paulada na cabeça. O homem, identificado apenas como José Paulo, estava sentado na calçada de casa quando foi golpeado. Os suspeitos fugiram. Para a polícia, a esposa da vítima disse que suspeitava de uma pessoa, mas, com medo, ela não quis revelar quem seria. 

Na manhã desta segunda-feira (25), outro caso foi registrado no munícipio. Desta vez, no bairro Recanto da Sereia. O vigia de uma obra da região contou que ouviu, ao menos, cinco disparos de arma de fogo. Momentos depois, o rapaz viu um homem ensanguentado na rua. O funcionário da obra contou que tentou ajudar o rapaz, mas a vítima queria ir para casa. 

O vigia acionou a polícia. Os militares foram até a residência da vítima e encontraram o homem no chuveiro, ainda com vida. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a polícia, ele foi atingido por três tiros. 

Os casos serão investigados pela Delegacia de Homicídios e proteção a Pessoa de Guarapari. 

*Com informações da repórter Bianca Vailant, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas