Folha Vitória Criminosos ameaçam comerciantes de Rio Marinho após morte de jovem

Criminosos ameaçam comerciantes de Rio Marinho após morte de jovem

Oito pessoas foram levadas para a delegacia, ouvidas e, em seguida, liberadas

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após a morte de um jovem, na manhã desta quinta-feira (08), no bairro Rio Marinho, em Cariacica, comerciantes da região foram obrigados a fecharem as portas. Segundo testemunhas, criminosos passaram pelos estabelecimentos e ameaçaram os lojistas. 

Segundo a polícia, os suspeitos levados à Delegacia de Cobilândia, em Vila Velha, teriam ameaçado os comerciantes do bairro. Dentre os envolvidos, estão cinco maiores de idade e três adolescente. Como a polícia não encontrou nada com os jovens e nenhum comerciante prestou queixa, eles foram ouvidos e liberados. 

O clima ficou tenso na região após a morte de Robson Loretti Valadares, de 30 anos. Ele morreu durante uma abordagem da Polícia Militar. A vítima tinha passagens pelo sistema prisional. 

Familiares do rapaz acreditam que o jovem é inocente e afirmam que ele não estava armado no momento da abordagem. "Se fosse um tiro para conter ele, seria na perna. O tiro foi na cabeça, foi fatal. Eles já deram para matar".

Em nota, a Polícia Militar informou que abordou três pessoas durante um patrulhamento no bairro. Entre eles, uma mulher que estava com entorpecentes. Ainda de acordo com a polícia, ao algemar a suspeita, um dos indivíduos teria sacado uma arma e efetuado disparos contra os policiais. 

Para se defender, a guarnição entrou em luta corporal com o indivíduo que acabou sendo atingido. O jovem morreu no local. Durante a ação, a mulher algemada e um dos suspeitos conseguiram fugir. A polícia apreendeu uma arma calibre 38 com cinco munições e um tablete de maconha. 

*Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas