Folha Vitória Criminosos aplicam golpes do boleto falso no Espírito Santo

Criminosos aplicam golpes do boleto falso no Espírito Santo

De acordo com o delegado Brenno Andrade é importante buscar os canais oficiais de qualquer empresa ao receber um documento falso

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os crimes relacionado a golpes estão cada vez mais constantes e podem acontecer nas mais diversas modalidades ou espaços. Internet, visitas em casa, ligações e aplicativos de mensagens são alguns ambientes conhecidos desses golpistas, mas um outro golpe que tem surgido na praça e feito novas vítimas é o envio de boletos falsos.

No final de janeiro, a servidora pública Syria Luppi foi surpreendida por uma cobrança da empresa de telefonia que é cliente. 

"Me surpreendi com o recebimento de uma conta da minha operadora com todas as informações normais que eu recebo, no valor altíssimo de R$ 489 e em um vencimento totalmente diferente do que é o meu habitual que é o dia 10", contou.

Ao notar esses erros, ela entrou em contato com a operadora e questionou a origem da cobrança, pois o boleto era referente a um plano de internet que ela não havia contratado, mas o que mais chamou a atenção da servidora foi a semelhança do documento enviado.

O jornalismo da TV Vitória recebeu uma série de cópias de boletos falsos em que os golpistas usam o nome do cliente, o endereço e enviam para o e-mail que está cadastrado na operadora.

De acordo com o delegado Brenno Andrade é importante buscar os canais oficiais de qualquer empresa ao receber um documento falso.

"Se você tiver dúvida a gente orienta sempre procurar os canais oficiais da empresa a qual você recebeu o boleto não responda pelo mesmo canal que você recebeu o boleto. Se você recebeu um e-mail supostamente falso nunca pergunte por esse e-mail, sempre procure o canal oficial na internet, entre em contato e tire suas dúvidas", explicou.

O delegado também faz um alerta sobre a observação do destinatário do pagamento, quem será o beneficiário deste dinheiro, seja por aplicativo ou mesmo na boca do caixa. Caso você realize o pagamento de uma conta de telefone e o recebedor seja uma pessoa física, existem chances de você estar caindo em um golpe.

"O golpe do boleto bancário é um dos golpes que a gente mais recebe na delegacia, não só de operadora de telefonia, mas também em relação a pagamentos falsos", lembrou.

A operadora Claro reforçou o trabalho de orientação na identificação de possíveis golpes e reitera que as informações estão no site da operadora. e a central de relacionamento da empresa está a disposição 24 horas por dia de forma gratuita no telefone 10 621.

* Com informações do repórter Matheus Brum, da TV Vitória/Record TV.

Últimas