Folha Vitória Decreto determina demissão do ex-policial civil Hilário Frasson

Decreto determina demissão do ex-policial civil Hilário Frasson

Ele é acusado de ser um dos mandantes da morte da ex-esposa, Milena Gottardi, assassinada enquanto saía de um plantão médico, em setembro de 2017

Folha Vitória
Foto: TV Vitória

Foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (14), a demissão do ex-policial civil Hilário Frasson, acusado de mandar matar a ex-mulher, a médica Milena Gottardi, em 2017.

A demissão do quadro de funcionários do serviço público veio por um decreto do governador Renato Casagrande. De acordo com o decreto, Hilário Frasson também não poderá exercer qualquer função no funcionalismo público por dez anos.

O ex-policial civil é acusado de ser um dos mandantes da morte da ex-esposa, assassinada enquanto saía de um plantão médico, em setembro de 2017. O conselho da Polícia Civil já havia o demitido da corporação em junho deste ano.

Mesmo preso e sem trabalhar, Hilário continuava recebendo salário. De acordo com o portal da transparência, em agosto, o ex-policial civil recebeu salário líquido de mais de R$ 4.5 mil.

Com informações da TV Vitória/ RecordTV

Últimas