Folha Vitória Desentendimento termina com um homem baleado na Serra

Desentendimento termina com um homem baleado na Serra

Um terceiro indivíduo teria tomado partido do militar na briga e disparou contra o cidadão

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Para a vítima, o autor do tiro agiu em defesa do policial

Na manhã deste domingo (21), uma discussão entre um civil e um soldado da Polícia Militar acabou com uma vítima baleada na região de Serra Sede. Um homem de 33 anos foi atingido por um disparo de um terceiro envolvido na confusão.

O caso chegou à Polícia Militar às oito e meia da manhã deste domingo. De acordo com a PM, a vítima contou que estava no bairro Caçaroca confraternizando com um soldado e mais um homem.

Durante o encontro, a vítima se desentendeu com o policial e teria levado um tapa dele no rosto. Depois também teria revidado com um tapa. Neste momento, a terceira pessoa que estava entre os dois teria pegado a arma do soldado em cima da mesa e disparado contra o homem.

Com um ferimento no abdômen, o homem baleado pegou o carro e dirigiu até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Serra Sede. Ele buscou atendimento médico e conversou com os policiais contando a história. A vítima disse que a confusão foi por conta de um motivo banal, mas não conseguiu passar mais detalhes por conta do ferimento.

A vítima está internada em um hospital em Vitória. Por telefone, a família disse que o homem trabalha com obras e ainda não tem todas as informações para falar sobre o que aconteceu. Os parentes disseram que o quadro de saúde  dele é estável.

A Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Serra. Até o momento nenhum suspeito foi detido e detalhes da investigação não serão divulgados, por enquanto.

O presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS/ES) foi procurado e, por telefone, informou que até o momento o soldado em questão não acionou o plantão jurídico. A equipe da Folha Vitória não conseguiu contatar o militar e nem a defesa dele.

Com informações de Jéssica Cardoso, repórter da TV Vitória/Record TV

Últimas