Folha Vitória Dia da Moqueca: mulher pesca o próprio peixe para fazer o prato preferido do capixaba

Dia da Moqueca: mulher pesca o próprio peixe para fazer o prato preferido do capixaba

A moqueca capixaba é considerado um prato saudável pelos nutricionistas

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Moqueca capixaba saudável feita pela Cida

Dia 30 de setembro é comemorado o dia da moqueca capixaba, prato queridinho do Espírito Santo, e muitos capixabas tem um carinho especial pela comida. É o caso da Maria Aparecida Giori, de 54 anos, que não abre mão de pescar o próprio peixe da sua moqueca.

A Cida, como ela prefere ser chamada, pesca quase todos os dias, e faz esse mesmo ritual há 20 anos. Ela faz parte de um grupo artesanal de pescadores, que tem 123 integrantes, e só oito mulheres. Cida e o grupo combinam pelo WhatsApp o local da pesca e geralmente se encontram em Vitória, Vila Velha, Santa Teresa.

Para a pescadora autônoma, uma das melhores partes de pescar é preparar o próprio prato. "Pescar é uma terapia, mas o mais gostoso é a emoção de preparar o seu prato.", conta Cida.

A moqueca capixaba é a tradição do fim de semana para ela, que cozinha para os amigos e família. Acostumada a fazer o prato para mais de 30 pessoas, Cida é adepta da moqueca saudável, "São poucos ingredientes: peixe, sal, azeite, coentro e tomate. Fica perfeita."

Segundo a nutricionista Camila Gomes, a moqueca é uma alternativa interessante, principalmente por conta dos ingredientes. "O peixe é uma proteína de fácil digestão, deve estar no cardápio duas vezes por semana e acaba sendo uma opção a mais no consumo saudável do peixe. Muita gente só lembra do peixe frito. E aí a moqueca alternativa interessante. " comenta a nutricionista

Foto: Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
A pesca é um momento de relaxamento para a autônoma Cida

Cida segue as dicas da nutricionista e sempre come o peixe que pesca praticamente todos os dias. Já chegou a pescar 16 peixes por dia, sendo que alguns chegaram a pesar seis quilos. 

Camila ainda aponta para os benefícios do tempero utilizado no prato também. O coentro é rico magnésio e acrescenta capacidade anti-oxidante e anti-inflamatória.  "É uma refeição leve. Pode ser servida com um pirão, moderar no arroz, colocar uma salada." diz Camila, que sempre indica a moqueca como opção para seus pacientes  

O dia da moqueca capixaba foi instituído ao calendário da cidade de Vitória em 2012 por meio da Lei Municipal n° 8.813. Outra lei, na esfera estadual, institui a moqueca capixaba como comida típica do estado do Espírito Santo, a Lei Estadual n° 7.567 de 2003.

O prato, tradição trazida pelos índios há mais de 400 anos, é uma instituição essencialmente capixaba. O nome "moqueca" designa um estilo de preparar o alimento que consiste no cozimento sem água, apenas com os vegetais e frutos do mar. Ao contrário da moqueca baiana, a capixaba não recebe azeite de dendê e nem leite de coco.

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Cida adora fazer moquecas capixabas para almoços com amigos e familiares

Últimas