Folha Vitória Diesel derramado na BR 262 é controlado e abastecimento de água não é afetado no ES

Diesel derramado na BR 262 é controlado e abastecimento de água não é afetado no ES

Segundo a Cesan, o combustível que vazou da carreta envolvida no acidente não atingiu o Rio Jucu, o que reduz o risco de impacto na captação de água

Folha Vitória
Foto: Divulgação/Sesp
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O risco de desabastecimento de água para cidades da região serrana do Espírito Santo e da Grande Vitória foi descartado, ao menos por enquanto, pela Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan). 

A possibilidade foi cogitada pela companhia após um derramamento de óleo diesel às margens da BR 262, causado pelo tombamento de uma carreta-tanque, durante a manhã desta terça-feira (06).

No entanto, segundo a companhia, o material ficou retido na vegetação, que é densa. Até o momento, de acordo com a Cesan, o combustível não atingiu o braço sul do Rio Jucu, o que reduz o risco de impacto na captação de água.

A companhia informou ainda que a produção de água está garantida, que os reservatórios estão cheios e que o fornecimento de água está acontecendo normalmente. Segundo a Cesan, equipes continuam no local monitorando a qualidade da água e fazendo o controle do tratamento.

Uma equipe do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) também esteve no local e também constatou que o material não atingiu o rio. Segundo o Iema, o trecho do acidente fica mais afastado do rio e a drenagem percorre uma baixada com vegetação densa, o que favoreceu a retenção do óleo combustível na cobertura vegetal e no solo na margem da via.

O instituto informou também que cedeu dois lances de barreiras para agentes da Cesan fazerem, preventivamente, contenções no ponto de captação de água em Marechal Floriano.

O Iema ressaltou ainda que os fiscais do órgão lavraram um auto de intimação para a empresa responsável fazer as contenções, remoção e destinação final dos resíduos.

Liberação da rodovia

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trecho da BR 262 onde aconteceu o acidente só foi liberado por volta das 19 horas. Contando o tempo em que a pista ficou totalmente bloqueada e funcionando no sistema pare-siga, foram mais de nove horas de interdição.

A carreta tombou pouco antes das 10 horas, no km 64 da via, próximo a Marechal Floriano. O veículo transportava aproximadamente 45 mil litros combustível. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu estiveram no local para prestar atendimento ao motorista, que teve ferimentos leves.

Foto: Divulgação/Sesp
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O acidente provocou o vazamento de cerca de 17 mil litros de diesel. Com o risco de que o material atingisse o Rio Jucu, a Cesan emitiu um comunicado informando sobre o risco de desabastecimento nas cidades de Marechal Floriano, Domingos Martins e na Região Metropolitana da Grande Vitória.

O Ministério Público do Espírito Santo (MPES) informou que também acompanha as consequências do acidente, por meio da Promotoria de Justiça de Marechal Floriano e do Centro de Apoio de Defesa do Meio Ambiente (Caoa).

Últimas