Folha Vitória Dobra o número de jovens internados por covid-19 no ES

Dobra o número de jovens internados por covid-19 no ES

O alerta foi feito pelo secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes. Apesar do aumento, o secretário disse que maioria dos leitos ainda é ocupado por idosos

Folha Vitória
Foto: Diego Simão/TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O perfil de pessoas internadas nas UTIs e enfermarias do Espírito Santo vem sofrendo modificações. O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, disse durante uma coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira (16), que a proporção de jovens internados dobrou no Estado. Além disso, a carga de infectados atingiu marcas nunca vividas desde o início da pandemia. 

"Temos um aumento de infecção em jovens e de internações de jovens, no entanto não são em proporções equivalentes a Estados com a variante P1 como predominante", afirmou o secretário. 

Ainda segundo Nésio, os jovens representam, em média, 15% ou 16% das internações. Nesse número são incluídas pessoas de 18 a 44 anos. "Em outros momentos, esse número chegou a 8% ou 9%", detalhou o secretário.

Apesar do aumento expressivo, a maioria dos internados ainda é formada por pacientes idosos. "Temos ainda uma proporção maior de pacientes longevos e com comorbidades, com um comportamento de aumento no tempo médio nas UTIs", concluiu. 

Procura por leitos deve ser menor nas próximas semanas

Na avaliação do secretário, o fechamento e interrupção das atividades sociais estabelecidos pelo Governo do Estado, no mês passado, também tem começado a provocar efeito na pressão hospitalar do Estado.

A tendência é de que haja uma redução na procura por novos leitos para covid-19 nas próximas duas a três semanas. O que repercutirá em uma redução do número de mortes pela doença.

"Dado a amplitude da quarentena, podemos viver uma queda de número de casos mais rápida e consolidada que anteriormente. Por isso é importante que a população compreenda as restrições impostas a mais de três quartos da população capixaba", reforçou.

Com vacinação, número de mortes começa a cair

Nésio explicou também que a vacinação contra a covid-19 foi responsável por uma queda de 33% no número de mortes de pacientes com mais de 80 anos que estão internados em hospitais públicos no Espírito Santo. 

Leia tamb´ém: Coronavírus: entenda como é feita a distribuição das vacinas para cidades do ES

Leia mais: Governo do ES orienta cidades a instalarem usinas de gás para que não falte oxigênio em hospitais

Últimas