Folha Vitória Dona de casa, morta em Guarapari, passeava com o cachorro quando foi atingida

Dona de casa, morta em Guarapari, passeava com o cachorro quando foi atingida

A vítima, Vanilda Corrêia, de 64 anos, não tinha nenhuma relação com o suspeito ou a família dele. Momentos antes, segundo a polícia, o homem teria tentado assassinar a própria mãe

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem, de 50 anos, suspeito de matar uma mulher no meio da rua em Guarapari, segundo testemunhas, teria entrado em surto após descobrir que estava sendo traído pela esposa. A vítima, Vanilda Corrêia, de 64 anos, não tinha nenhuma relação com o suspeito ou com a família. 

O crime aconteceu na noite deste domingo (03), no bairro Ipiranga, em Guarapari. Os filhos estiveram, logo cedo, no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória para liberação do corpo da mãe.

Um dos sobrinhos, de 39 anos, da vítima assassinada conversou com a produção da TV Vitória e contou que foi criado como filho por Vanilda. Ele ainda ressaltou que a tia era uma pessoa maravilhosa, muito caseira, querida pelos moradores do bairro e vivia uma vida tranquila. A mulher é mãe de três filhos.

Alguns amigos, que preferem não ser identificados,  contaram que o homem suspeito de matar Vanilda trabalhou como vigia noturno em uma escola em Meaípe durante muitos anos e, por isso, tinha posse de arma. 

De acordo com testemunhas, a esposa do suspeito tinha um salão de beleza no bairro onde tudo aconteceu e, com medo, ela fechou tudo e foi embora da cidade. A polícia confirmou que o homem chegou a ser detido por violência doméstica. 

A ex-mulher dele solicitou a medida protetiva através da Lei Maria da Penha. Ainda de segundo a polícia, após as agressões à ex-companheira, o suspeito teria se envolvido em outra confusão por tentar matar o dono de uma academia que trabalha também como personal trainer. 

A esposa do profissional confirmou a informação e contou que o marido estaria com diversos hematomas espalhados pelo corpo depois de ser agredido como uma barra de ferro.

De acordo com informações da polícia, na tarde deste domingo (03), o vigia noturno teria tentado assassinar a própria mãe. Enquanto ainda estava desnorteado, o homem chegou à rua onde Vanilda estava passeando com o cachorro e atirou na cabeça da vítima que morreu na hora. 

Segundo a polícia, quando os militares chegaram ao local, o vigia tentou atirar contra eles e acabou sendo preso. Um amigo de infância do suspeito relatou que ele não usava drogas. 

"Ele não tinha vício de nada. Eu conhecia ele há muito tempo. Não foi droga. Isso foi o inimigo que entrou na vida dele para destruir ele", destacou ele. 

 De acordo com a Polícia Militar, o suspeito foi preso em flagrante pelos oficiais e foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Guarapari. 

*Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória / Record TV.

Últimas