Folha Vitória Equipe paralímpica de natação do Espírito Santo corre para conseguir apoio para nacional

Equipe paralímpica de natação do Espírito Santo corre para conseguir apoio para nacional

O Clube Álvares Cabral está com dificuldades financeiras para bancar o transporte dos atletas para o Circuito Paralímpico regional, que vale vaga para a competição nacional

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após a conquistas de resultados expressivos nas Paralimpíadas de Tóquio-2020, com direito a duas medalhistas capixabas, a natação paralímpica corre o risco de não contar com representantes do Espírito Santo nos campeonatos nacionais. 

Isso porque o Clube Álvares Cabral está com dificuldades financeiras para bancar o transporte para o Circuito Paralímpico regional, que acontece nos dias 15 e 16 desse mês, no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), no Rio de Janeiro.

A equipe conta com 17 atletas ao todo, além de 10 staffs para auxiliá-los. Dentre os competidores, está a medalhista olímpica Mariana Gesteiras, bronze nas últimas Paralimpíadas na categoria 100m livre S9.

O treinador Leonardo Miglinas explicou estas primeiras competições são fundamentais para os atletas atingirem os índices e alcançar o torneio nacional. "É uma competição muito importante para nós que levamos a equipe inteira em busca de atingir os índices classificatórios para o nacional", afirmou. Além disso, a presença nesta etapa do regional se torna ainda mais decisiva uma vez que, para participar das outras, é necessário ter concorrido nas anteriores.

GASTOS

Para participar das competições neste ano, os atletas terão um desafio maior em relação aos últimos: os custos. Este ano o comitê paralímpico não está bancando a hospedagem e a alimentação. Uma preocupação extra para os atletas.

"Além do custo com o transporte, ainda teremos estes custos a mais. Por conta disso, estamos programando essa viagem de ônibus. Estamos pedindo ajuda do transporte, que seria o grosso, para que os atletas depois consigam bancar os demais custos", afirmou Leonardo Miglinas.

COMO AJUDAR?

A equipe até o momento arrecadou pouco mais da metade do valor que pretende para conseguir o transporte que irá levar os atletas até o Rio de Janeiro. Para ajudar basta acessar o link abaixo.

Pic-Pay: https://app.picpay.com/payment?type=store&hash=HIsiMjKARCyQ49KI

CHAVE PIX : sindicig01+sicoob@gmail.com

Últimas