Folha Vitória ES não tem caso de variantes em estrangeiros, afirma Reblin

ES não tem caso de variantes em estrangeiros, afirma Reblin

Subsecretário informou que é feito monitoramento e acompanhamento em cidadãos de outros países que estão no Espírito Santo

Folha Vitória
Foto: sesa
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Espírito Santo não tem casos de variantes de coronavírus em estrangeiros. A informação foi dada pelo subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, durante entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (07) para apresentar o panorama da pandemia de covid-19 no Estado. 

Ele fez uma atualização do monitoramento feito em cidadãos de outros países no território capixaba. 

"Até o momento, nós monitoramos os estrangeiros que vêm ao Espírito Santo e somos informados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, que tem responsabilidade de fazer isso. Nenhum desses estrangeiros têm teste positivo ou estão assintomáticos".

Indianos

Reblin deu destaque ao assunto que despertou interesse no Estado após o teste positivo de coronavírus num indiano que havia se hospedado com outros dois colegas de trabalho num hotel na orla da praia de Camburi. O hóspede foi infectado pela variante brasileira do coronavírus, a P1.

O hotel teve que ser fechado na manhã de 28 de maio depois que os três indianos serem isolados com suspeita de covid. O que testou positivo já fez check in no hotel com sintomas fortes da doença, como febre e coriza.

O grupo de asiáticos, composto por um comandante e dois marinheiros, chegou ao Espírito Santo num voo vindo de São Paulo. Eles levariam um navio atracado no litoral capixaba para a Índia.  

As 92 pessoas que estavam no hotel naquela ocasião - entre hóspedes e funcionários - foram testadas. Não houve caso positivo para coronavírus e a interdição do estabelecimento foi encerrada em 1 de junho.

Leia também: Variante indiana: falta de controle nos aeroportos e portos permitiu a entrada de infectados com a covid-19 no ES 

Últimas