Folha Vitória ES tem cinco novos grupos prioritários na vacinação contra a covid-19. Veja quais são!

ES tem cinco novos grupos prioritários na vacinação contra a covid-19. Veja quais são!

A vacinação dos grupos prioritários seguirá conforme a disponibilidade de vacinas encaminhadas pelo Ministério da Saúde

Folha Vitória
Foto: Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Governo do Espírito Santo anunciou, na segunda-feira (12), novos grupos populacionais como prioritários na vacinação contra a covid-19 no Estado. A imunização ocorrerá para a população que ainda não recebeu a primeira dose na vacinação por faixa etária.

A vacinação dos grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) junto à estratégia estadual seguirá conforme a disponibilidade de vacinas encaminhadas pelo Ministério da Saúde, destinando 20% das doses para esse público.

Leia também: ES vai vacinar lactantes e adolescentes de 12 a 17 anos a partir de agosto

O início da vacinação de cada grupo será divulgado ao longo da semana. Sendo assim, a vacinação seguirá a seguinte ordem:

• Grupo 1: Forças Armadas; e trabalhadores de Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos;

• Grupo 2: trabalhadores de Transporte de Aquaviários;

• Grupo 3: trabalhadores Industriais; e população privada de liberdade;

• Grupo 4: caminhoneiros; lactantes; e adolescentes de 12 a 17 anos de idade com comorbidades, deficiência permanente, gestantes ou puérperas;

• Grupo 5: trabalhadores da Central de Abastecimento do Espírito Santo (CEASA); trabalhadores do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF); e trabalhadores de Comunicação Social da Imprensa.

Vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos

Os adolescentes de 12 a 17 nos de idade com comorbidade, deficiência permanente, gestante ou puérperas poderão iniciar o esquema vacinal contra a covid-19 no Espírito Santo.

A este grupo será destinada o uso da vacina Comirnaty (Pfizer/BioNTech). No ato da vacinação, será necessário que pais ou responsáveis estejam munidos do documento pessoal com foto do adolescente e de um dos documentos comprobatórios listados abaixo:

- Laudo médico indicando a comorbidade ou a condição existente;

- Declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz tratamento;

- Laudo emitido por nutricionista no caso da obesidade mórbida;

- Cartão de gratuidade no transporte público que indique condição de deficiência permanente;

- Documentos comprobatórios de atendimento da pessoa com deficiência permanente em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência;

- Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência que indique se tratar de pessoa com deficiência permanente.

Operacionalização nos municípios

A Secretaria da Saúde (Sesa) recomenda aos municípios que a operacionalização da vacinação seja realizada in loco ou que o município identifique serviços de vacinação de referência.

Para os trabalhadores da indústria, além do atendimento nos serviços de vacinação dos municípios, haverá postos volantes nas unidades do Serviço Social da Indústria (Sesi) nos municípios de Vitória, Serra, Vila Velha, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, Colatina, Cariacica, Aracruz e São Mateus, em parceria entre Estado, municípios e o Sesi.

Além disso, 11 grandes indústrias realizarão a vacinação in loco, são elas: Vale (Vitória), Arcelor (Serra), Suzano (Aracruz e Cachoeiro), Garoto (Vila Velha), Samarco (Anchieta), EDP (Vitória), Imetame (Aracruz), Alcon (Conceição da Barra), Brametal (Linhares), Marcopolo (São Mateus) e Frisa (Colatina).

Últimas