Folha Vitória Espetáculo da natureza:98 tartarugas marinhas nascem em praia da Serra

Espetáculo da natureza:98 tartarugas marinhas nascem em praia da Serra

A espécie Careta Careta, popularmente conhecida como Cabeçuda, está em seu ciclo de desova; nesta sexta-feira (28), 98 animais foram para o mar

Quem passou pela praia de Jacaraípe, na Serra, na manhã desta sexta-fera (28) foi presenteado com uma bela imagem da natureza: o nascimento de 98 tartarugas marinhas da espécie Careta Careta, popularmente conhecida como Cabeçuda. O mês de janeiro faz parte do ciclo de desova do animal, que vai de setembro a março.   

O técnico em meio ambiente e diretor geral do Instituto Brasileiro de Fauna e Flora (Ibraff), Claudiney Rocha, explicou que o litoral brasileiro é um habitat natural para desova de tartarugas marinhas, principalmente da espécie Careta Careta. 

"Já estávamos aguardando por um fenômeno como este, pois o ciclo de desova dessa espécie vai de setembro a março. Estamos na fase dos nascimentos e, desta vez, assistimos ao nascimento de 98 tartarugas", disse ele. 

Rocha informou que o Ibraff atua em parceria com o CTA - Serviços em Meio Ambiente, que monitora os locais de desova diariamente para que o Instituto Brasileiro de Fauna e Flora acompanhe as desovas.   

Preservação

Como as tartarugas marinhas Careta Careta estão na fase de desova, o diretor geral do Ibraff lembrou que é muito comum encontrar ninhos do animal nas praias capixabas. Quando isso acontecer, o recomendado é não mexer nos ovos para não prejudicar a espécie. 

"Se vir, não toque. Outros cuidados são não estacionar veículos sobre áreas de restinga, não colocar churrasqueira na areia de praia e sempre recolher seu lixo, e levá-lo para casa. Essas precauções ajudam na preservação das tartarugas, pois, atualmente, a cada 1000 animais que nascem, apenas dois chegam à vida adulta", afirmou ele.      

Últimas