Folha Vitória Estudo pretende identificar a eficácia do uso de células-tronco no tratamento da covid-19

Estudo pretende identificar a eficácia do uso de células-tronco no tratamento da covid-19

Os testes serão realizados em diferentes centros clínicos do país

Folha Vitória
Foto: Divulgação-web
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma pesquisa pretende identificar a eficácia do usos de células-tronco originadas da polpa do dente humano para tratar pacientes com covid-19. Trata-se do primeiro estudo clínico deste tipo aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  

O estudo, que abrange as fases 1 e 2 de ensaios clínicos, tem como objetivo avaliar a segurança do uso do produto de terapia avançada NestaCell e verificar os indícios de eficácia na melhora do quadro clínico e do perfil inflamatório de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus e hospitalizados sem suporte ventilatório invasivo.

A previsão é que 90 pacientes participem da pesquisa. Metade fará parte do grupo de teste, que receberá o produto, e a outra receberá placebo, componente parecido com o tratamento real, mas sem nenhum componente ativo.

Os testes serão realizados em diferentes centros clínicos do Brasil, com aprovação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep/MS), e supervisão de um Comitê Independente de Monitoramento de Segurança.

A Anvisa informou que foram estabelecidas uma série de estratégias com a empresa que patrocina o estudo, para garantir o monitoramento intensivo dos dados.

Os produtos de terapia avançada são considerados medicamentos especiais, desenvolvidos à base de células ou genes humanos, conforme explicou o órgão, em comunicado.

*Com informações do Portal R7! 

Últimas