Folha Vitória Ex-jogadores do CTE Colatina são multados e suspensos por 180 dias em julgamento

Ex-jogadores do CTE Colatina são multados e suspensos por 180 dias em julgamento

Os atletas, no entanto, foram absolvidos estarem envolvidos com algum apostas esportivas na partida válida pela Copa ES 2022

Folha Vitória
Foto: Reprodução/TJD-ES
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Os nove ex-jogadores do CTE Colatina que foram absolvidos em julgamento realizado na noite desta terça-feira (04), pela Segunda Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Espírito Santo, por suposto envolvimento em apostas esportivas.

Na votação do Tribunal de Justiça Desportiva do Espírito Santo (TJD-ES), os relatores foram unânimes para inocentar o goleiro Aranha, os laterais Rodrigo Andrade, Kemerson e Matheus Gama, os zagueiros John Kanu e José Daniel, os volantes Macaíba e Pantico, e o atacante Rogger.

Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Entretanto, no entendimento do Tribunal, o desempenho dos atletas na partida ocorrida em junho do ano passado, pela 6ª rodada da Copa Espírito Santo 2022, teve como objetivo prejudicar o time colatinense. 

A conclusão se deu devido ao fato dos jogadores da equipe estarem com salários atrasados. Com isso, os atletas teriam protagonizado os lances bizarros que resultaram na goleada do Rio Branco por 4 a 0, no Engenheiro Araripe, em Cariacica.

Por conta disso, a Segunda Comissão Disciplinar entendeu que os atletas atuaram de forma contrária a ética desportiva, não sendo competitivos na partida. Baseados no artigo 243 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), os nove atletas foram multados em R$ 5 mil e 180 dias de suspensão.

Além dos nove atletas, foram multados os antigos dirigentes e ex-membros da comissão técnica do CTE Colatina, também julgados na seção desta terça-feira. 

O vice-presidente José Tamy, o ex-assistente técnico Jasson Silva e os ex-dirigentes Rafael de Araújo e Jonas Kluves foram multados pelo TJD-ES, em R$ 500. O motivo foi o não comparecimento anteriormente para esclarecerem o caso dos atletas.

Últimas