Folha Vitória Ex-namorada de jogador do Palmeiras diz que 'mulheres devem obedecer homens' e causa revolta na internet

Ex-namorada de jogador do Palmeiras diz que 'mulheres devem obedecer homens' e causa revolta na internet

Ekaterina também falou sobre depender financeiramente de um homem e disse achar normal que um companheiro a sustente

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A modelo Ekaterina Dorozhko resolveu opinar sobre relação entre homens e mulheres e causou polêmica nas redes sociais. A russa que é ex-namorada de Luiz Adriano, jogador do Palmeiras, disse que as mulheres devem obedecer os homens.

"Acho que o homem está no comando. A primeira e a última palavra são dele. Mulher é amor e aceitação, e por natureza devemos obedecer nossos homens. Um homem deve ser respeitado, não pode ser culpado, humilhado. O marido é o chefe da família. A mulher tem que ser sábia, feminina, fraca e corajosa. Mas em nenhum caso forte, pois há um homem para isso", escreveu, em resposta a um seguidor.

Ekaterina também falou sobre depender financeiramente de um homem e disse achar normal que um companheiro a sustente: "Pois senão preferia trabalhar ou ser sustentada pelo pai".

A declaração da modelo incomodou vários internautas e repercutiu negativamente nas redes sociais. Um seguidor chegou a dizer para Ekaterina que não concordava com ela: "Sou homem e sou contra! Uma mulher tem que ser independente, forte e corajosa, não depender de homem". Ela rebateu: "Eu quero saber de voltar para casa, abraçar meu homem e saber que estou segura com ele. E vou dominar no trabalho, e não na família".

Diante dos comentários negativos, a modelo se defendeu e disse que se sentiu como uma "criança repreendida na escola", mas afirmou que respeita as opiniões contrárias as dela.

"Uma situação interessante aconteceu. Por um minuto, me senti como uma criança sendo repreendida por uma nota ruim na escola. Recebi um milhão de mensagens ruins. Mas, somos todos diferentes e isso torna o mundo tão bonito. Cresci em uma cultura diferente e nossas opiniões podem ser diferentes em tudo. Eu respeito qualquer escolha de uma pessoa. Porque todo mundo tem sua própria vida."

*Com informações do Portal R7

Últimas