Folha Vitória Exercício físico ajuda no combate e na prevenção do câncer de mama

Exercício físico ajuda no combate e na prevenção do câncer de mama

Pesquisa demonstra que a caminhada nórdica, derivada da Finlândia, é um grande aliado nos tratamentos

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A atividade física já é comprovadamente benéfica para prevenir diversos tipos de doença. No Outubro Rosa, em que é feita a campanha de prevenção e combate ao câncer de mama, um dos alertas é de que essas atividades também beneficiam mulheres a prevenir a doença e ajudam no tratamento das que já sofrem com isso.

Uma pesquisa feita há alguns anos, que contou com a colaboração do Ministério da Saúde, já constatou que uma em cada 10 mulheres vítimas de câncer de mama (cerca de 12%) poderiam ter a vida poupada se praticassem exercícios regularmente. Além de promover a saúde e o bem-estar, os dados evidenciam mais uma vantagem da prática de atividade física: melhora o metabolismo de alguns hormônios relacionados com o câncer de mama, o que pode evitar e até melhorar o quadro de uma paciente com a doença.

O médico mastologista da Rede Meridional e presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia no Espirito Santo, Luiz Alberto Sobral Vieira Junior, ressalta que a campanha desse ano é sobre o tema “quanto antes melhor” e visa acentuar muito a questão não só do câncer, mas da vida. 

“O exercício físico é fundamental na vida das mulheres sobreviventes de câncer de mama. Existe um estudo sobre a caminhada nórdica que ajuda na qualidade de vida, e a diminuir a linfedema no braço, um inchaço relativamente comum entre as pacientes que passam por cirurgia ou radioterapia. Além de combater dores.”, afirma o médico.

Sobral também reforça que outra boa notícia é que a atividade física pode também ajudar na prevenção primaria do câncer e na diminuição da incidência do câncer de mama ao longo da vida “Tudo isso ajuda, mas nada substitui os exames de rotina, mamografia anual a partir dos 40 anos, entre outros. O fato é que, quantos antes seja feito o diagnóstico, melhor a probabilidade de cura e a qualidade de vida da mulher, com menos mutilação e menos necessidade de tratamentos que são estressantes”, completa.

Caminhada nórdica

Embora venha da Finlândia, a caminhada nórdica não depende de neve ou equipamentos de esqui. Basta segurar um bastão em cada mão e usá-los de apoio enquanto anda aceleradamente pelo parque ou mesmo na calçada.

Segundo uma revisão de estudos feita na Universidade de Vigo, na Espanha, ela ameniza a percepção de dor e as taxas de depressão. Além disso, alivia o linfedema no braço. Comparados com os movimentos da caminhada normal, os da nórdica trazem vantagens no controle de efeitos colaterais do tratamento.

Benefícios pelo corpo todo

Não faltam motivos para investir na caminhada nórdica após o diagnóstico do câncer de mama:

Bem-estar mental: todo exercício incentiva a liberação de neurotransmissores por trás da sensação de prazer.
Inchaço: o vaivém dos braços auxilia a drenar o líquido que se acumula e provoca linfedema na região.
Força física: movimentar os membros inferiores e superiores mantém os músculos firmes durante o tratamento.
Percepção de dor: as atividades físicas em geral, quando não exageradas, liberam nossos analgésicos naturais. 

Últimas