Folha Vitória Fábrica de válvulas plásticas vai gerar 200 oportunidades de emprego em Linhares

Fábrica de válvulas plásticas vai gerar 200 oportunidades de emprego em Linhares

Empresa vai funcionar no polo moveleiro do município e a previsão para início das operações é em agosto deste ano

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A instalação de uma fábrica de válvulas plásticas, com início das operações previsto para o mês de agosto, em Linhares, vai gerar 200 oportunidades de empregos, entre diretos e indiretos. A previsão é uma produção diária de 200 mil válvulas.

O empreendimento, a Pump do Grupo Dompel, foi anunciado na tarde de terça-feira (11) pelo prefeito de Linhares, Guerino Zanon, junto ao investidor Jobem Donada, pelo gerente industrial da empresa em Linhares, Jean Carlos Schimaniak, e os consultores de projetos Fátima Lubiana e André Lubiana. Com sede em Caxias do Sul (RS), a Dompel é a maior fabricante de móveis e acessórios para salão de beleza da América Latina.

A expansão dos negócios da Dompel em Linhares tem o objetivo de atender as demandas dos mercados interno e externo, inicialmente o mercado nacional e posteriormente os países da América do Sul. A Pump produzirá válvulas dos tipos pump, gatilho e porta acetona. Estes produtos são utilizados nos mais variados segmentos como fármacos, beleza e higiene.

O parque fabril da Pump será implantado numa área de 30 mil metros quadrados no polo moveleiro de Linhares, no bairro Canivete, e demandará, inicialmente, investimentos na ordem de R$ 8 milhões. A expectativa dos investidores, no entanto, é chegar a R$ 16 milhões conforme a planta industrial se consolidar.

Fábrica de sorvetes foi anunciada há 15 dias

Há 15 dias, Guerino Zanon anunciou a instalação de uma fábrica de sorvete que será envasado na casca da própria fruta. Com investimentos de R$ 8 milhões, a Craf Brasil, empreendimento de um grupo de investidores do Rio Grande do Sul, está em fase de montagem em Bebedouro, às margens da BR 101, e a previsão é gerar até 40 empregos na fase de operação prevista para julho.

A previsão é que o processo de recrutamento de mão de obra seja iniciado a partir de junho e serão disponibilizadas vagas para diversos níveis de escolaridade, passando pelo fundamental, médio, técnico e superior. Com a expansão da unidade, que tem previsão de chegar a R$ 40 milhões de investimento, o número de trabalhadores pode chegar a 120 nos próximos anos.

Últimas