Folha Vitória Fábrica vai gerar 200 empregos no ES com investimento de quase R$ 55 milhões em ampliação

Fábrica vai gerar 200 empregos no ES com investimento de quase R$ 55 milhões em ampliação

Atualmente, a fábrica de fogões da Itatiaia que fica em Sooretana, no Norte do Estado, tem 800 colaboradores. A partir do investimento, a expectativa é que sejam gerados novos empregos diretos

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A fábrica de móveis e eletrodomésticos Itatiaia Móveis, que tem filial em Sooretama, no Norte do Espírito Santo, anunciou um investimento de R$ 54,9 milhões na ampliação e modernização da produção a partir do uso de alta tecnologia. A expectativa é que, com a ampliação, sejam gerados cerca de 200 empregos diretos no Estado.

A ampliação foi confirmada durante uma reunião por videoconferência com o governador do Estado, Renato Casagrande. A empresa, que está sediada no Espírito Santo desde 2011, registrou o interesse em participar do Programa de Incentivo ao Investimento do Espírito Santo (Invest-ES) e terá acesso ao incentivo fiscal.

O programa contribui para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo, estimulando a realização de investimentos, a implantação e a utilização de armazéns e infraestruturas logísticas existentes, renovação tecnológica das estruturas produtivas, otimização da atividade de importação de mercadorias e bens e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

“Quando o Governo do Estado investe em infraestrutura, isso atrai investidores. É o que estamos observando novamente, agora com a Itatiaia, que anunciou a ampliação da fábrica de fogões. A empresa inaugurou sua filial capixaba em 2011, empregando cerca de 800 trabalhadores. Com essa expansão, serão gerados novos empregos. Nada disso é por acaso. É fruto de trabalho que visa tornar o Espírito Santo cada vez mais competitivo e desenvolvido”, afirmou o governador.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, acredita que o investimento terá reflexos positivos no desenvolvimento regional, gerando emprego e renda para os capixabas e crescimento para a economia do Estado.

“Quando temos anúncios como este, é certo que outras empresas são atraídas para a região. A ampliação de projetos desperta o interesse de uma série de empresas que atuam na cadeia produtiva e de empreendedores existentes nos municípios do entorno. Podem ser fabricantes de peças, equipamentos, prestadores de serviços como manutenção, alimentação, transporte ou ainda, outras empresas maiores”, frisou o secretário.

O presidente da Itatiaia Móveis, Victor Penna, adiantou os planos que devem ser desenvolvidos com a expansão dos negócios. Segundo ele, os projetos estão sendo desenvolvidos com uma empresa dos Estados Unidos.

“Com a ampliação da nossa unidade, vamos continuar produzindo fogão e agora usando alta tecnologia. Na área de madeira, vamos expandir para planejados. Então, vamos investir num maquinário mais moderno para começar a fazer planejados. Vamos produzir utilizando realidade aumentada, em que a gente consegue visualizar melhor o local e medir para fazer logo o projeto. Este investimento será muito bom para todos. Vamos criar empregos e poder modernizar o parque fabril”, pontuou.

A subsecretária de Estado de Competitividade, Rachel Freixo, acrescentou que um projeto de ampliação como o que está sendo realizado demonstra a boa ambiência de negócios para a perpetuação das atividades no Espírito Santo.

“Não é por acaso que esta ampliação se concretiza, afinal, o Espírito Santo apresenta bons indicadores, para além dos incentivos fiscais, que permitem este cenário favorável para que os negócios que aqui se instalam, prosperem e cresçam", disse.

Últimas