Folha Vitória Família de casal assassinado diz que suspeitos teriam obrigado vítimas a sair de casa

Família de casal assassinado diz que suspeitos teriam obrigado vítimas a sair de casa

Segundo parentes das vítimas, os suspeitos teriam ido a casa do casal e exigido dinheiro. Como eles não tinham, foram obrigados a ir para uma região de mata onde foram assassinados

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um crime que deixou uma família inteira desolada. Adilson José de Freitas, de 56 anos, e Leidiane Maria dos Santos, de 39, foram assassinados a tiros, na noite desta segunda-feira (04), no bairro Planeta, em Cariacica. 

O casal era dono de um ferro velho que fica no bairro Campo Verde, também em Cariacica. De acordo com a polícia, o principal suspeito do crime é um adolescente, de 17 anos, que seria um ex-funcionário de Adilson.

Segundo informações da perícia da Polícia Civil, o homem foi morto com dois tiros, um nas costas e outro na nuca. Já Leidiane foi assassinada com três disparos: um nas costas, um no braço e outro de raspão na cabeça.

De acordo com as primeiras informações, o casal estava passando de carro com os filhos, próximo a região, quando foi abordado por três suspeitos. 

Os criminosos teriam obrigado Adilson e Leidiane saírem do veículo e exigido que as crianças de 5 e 11 anos ficassem sentadas. Os três suspeitos levaram o casal para uma região de mata e cometeram o crime. 

Na manhã desta terça-feira (05), familiares das vitimas estiveram no Departamento Médico Legal, em Vitória, e contaram outra versão. "Eu fiquei sabendo que eles foram na casa deles e tiraram eles de dentro de casa", disseram. 

A polícia também ouviu uma testemunha, que confirmou o relato da família das vítimas. De acordo com a pessoa ouvida pelos investigadores, três suspeitos entraram na casa em que as vítimas moravam, por volta das 20h30. Um dos suspeitos estaria armado. 

Os criminosos teriam exigido dinheiro e, segundo a testemunha, Adilson disse que não tinha dinheiro em casa. Neste momento, todos que estavam na residência foram colocados no carro da família junto com os suspeitos. Depois disso, o casal foi levada até a área de mata onde foi assassinado. 

A família das vítimas não soube dizer se o casal tinha inimigos ou se estava sofrendo ameaças. "Em momento algum a gente sabia se eles tinham inimizades com alguém, se tinham problema com alguém, se estavam sendo ameaçados. Tanto que para gente foi uma surpresa", contou. 

Segundo parentes, o casal tinha uma vida tranquila e vivia para cuidar dos filhos. A mãe de Leidiane está desolada. Ela contou que não sabe como vai seguir a vida sem o amor e carinho da filha. 

Os filhos das vítimas, de 5 e 11 anos, estão com familiares. O menino mais velho, segundo a polícia, está em estado de choque.

Na manhã desta terça, policias fizeram buscas pelos suspeitos com viaturas e com o auxílio de um helicóptero. A Polícia Civil informou que o caso foi registrado como latrocínio e será investigado pela Departamento Especializado de Investigações Criminais e, até o momento, nenhum suspeito foi detido.

*Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória/Record TV

Últimas