Folha Vitória Família de homem assassinado na rua em Serra-Sede acredita que ele foi confundido

Família de homem assassinado na rua em Serra-Sede acredita que ele foi confundido

Rapaz foi assassinado quando esperava a irmã na porta de agência bancária

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A família do homem que foi assassinado a tiros, na manhã desta terça-feira (18), em Serra-Sede, acredita que ele foi confundido com outra pessoa. Segundo os parentes, Flávio da Conceição Santos, a irmã e uma sobrinha foram até uma agência bancária para que a mulher fizesse um saque. Flávio e sobrinha ficaram do lado de fora.  

Os familiares contaram que Flávio ficou sentando em uma calçada esperando pela irmã. A mulher não demorou, mas antes que pudesse sair da agência ouviu os tiros. Quando ela se aproximou, viu Flávio caído no chão. 

O crime foi registrado por câmeras de segurança. Nas imagens é possível ver o momento que um homem de capacete corre pela rua. Ele passa por um caminhão, por um carro e segue em direção a um poste. O suspeito saca a arma e atira várias vezes em Flávio, que estava atrás de um tonel. Assustadas, as pessoas correm. O suspeito fugiu do local.

Na tarde dessa terça-feira, um irmão da vítima esteve no Departamento Médico Legal, em Vitória, para fazer a liberação do corpo. Ele contou que Flávio trabalhava como porteiro, morava no bairro Ourimar, também na Serra, e gostava de jogar futebol com os amigos.

O irmão acredita em duas versões para a motivação do crime. Uma delas estaria relacionada com uma desavença durante uma partida de futebol. A outra, é que Flávio teria sido confundido com outra pessoa. De acordo com os familiares, o homem assassinado não tinha envolvimento com o crime.

*Com informações do repórter Waslley Leite, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas