Folha Vitória Familiares conseguem liberar corpo da jovem que morreu em acidente em VV; família era do RJ

Familiares conseguem liberar corpo da jovem que morreu em acidente em VV; família era do RJ

Os familiares da jovem vieram do interior do Rio de Janeiro e tiveram dificuldades na liberação do corpo após problemas com a documentação

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Familiares da jovem que morreu em um acidente na orla de Itaparica, em Vila Velha, conseguiram fazer a liberação do corpo na noite desta sexta-feira (18). Natural da cidade de Itaperuna, interior do Rio de Janeiro, a família de Ingrid de Souza Neves teve dificuldade para liberar o corpo, que será enterrado na cidade de origem da família.

Após uma estadia de dois meses no Espírito Santo, no momento do acidente a jovem estava em direção à rodoviária de Vila Velha para, enfim, voltar para casa na cidade de Itaperuna, no interior do Rio de Janeiro. Mas tudo mudou quando a filha da dona Zilma de Assis não chegou em casa no dia marcado.

Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

"Ela estava aqui em Vitória e eu lá em Itaperuna, mas ajudando bastante ela aqui. Na quarta-feira eu recebi a notícia que ela estava indo, que ela ia pegar o ônibus de 18h", disse a mãe da vítima.

Dias depois da data esperada para a chegada da filha, Zilma recebeu a notícia do acidente. Mãe, padrasto, irmã e cunhado da jovem vieram de Itaperuna e estão em Vitória desde a manhã da última quinta-feira (17). 

De acordo com a mãe da vítima, o carro já estava preparado e só faltava a documentação para que todos fossem para a cidade natal. Enquanto aguardava, dona Zilma relembrou dos momentos de alegria da filha.

"A Ingrid era uma menina alegre, era uma menina feliz, uma garota que, de todas as pessoas, sendo filho, marido e filhas, eu era a pessoa que ela mais amava", lembrou.

O acidente

A jovem morreu em um grave acidente que aconteceu na orla da Praia de Itaparica, em Vila Velha, na última quarta-feira (16). Ingrid estava na garupa de uma moto pilotada por Rubem de Souza Faria Junior. Ao ultrapassar o semáforo, a moto em que os dois estavam, atingiu a traseira de um caminhão-caçamba.

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Rubem morreu no local, mas Ingrid chegou a ser levada para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência de Vitória e internada em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na quinta-feira (17).

Peritos da Polícia Civil estiveram no local do acidente e contaram que, devido ao impacto com que a moto atingiu o caminhão, o corpo de Ingrid foi lançado a cerca de 15 metros de distância. A jovem deixou três filhos com idades de dois, seis e oito anos que moram com a avó em Itaperuna.

* Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV.

Últimas