Folha Vitória Fibromialgia: de cada 10 pacientes até 9 são mulheres. Entenda!

Fibromialgia: de cada 10 pacientes até 9 são mulheres. Entenda!

O indivíduo que sofre com esse problema sente fortes dores neuromusculares em diversas partes do corpo

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O mês de fevereiro recebeu a cor roxa para simbolizar a campanha de conscientização sobre a Fibromialgia, no calendário de ações de promoção da saúde. Trata-se de uma síndrome crônica, bastante comum, onde o indivíduo que sofre com esse problema sente fortes dores neuromusculares em diversas partes do corpo. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), de cada 10 pacientes, sete a nove são mulheres com idade entre 30 e 60 anos.

O especialista em dor crônica André Félix, explica que a patologia ainda tem a sua causa desconhecida pela medicina, mas sabe-se que se trata de uma doença que caracterizada por dores difusas envolvendo músculos, tendões e ligamentos. “Além do quadro doloroso, esta síndrome pode vir acompanhada de outras queixas, como distúrbios do sono, fadiga, rigidez, dor abdominal, entre outros”, declara.

A melhor forma de tratar esse mal é através de um tratamento interdisciplinar, que é composto por vários profissionais. Além disso, a mudança no estilo de vida com uma boa alimentação e exercícios físicos diários contribui para a qualidade de vida do paciente. Segundo o especialista, durante esse processo é necessário acompanhamento psicológico, porque alguns pacientes que sofreram muitos anos com esse problema acabam se acostumando com a dor. Quando tratada, a ausência dela não é identificada imediatamente pelo cérebro humano, por isso a necessidade de acompanhamento com um profissional para também ajudar a combater os sintomas.

“Dentro do tratamento interdisciplinar para fibromialgia, recursos como fisioterapia especializada, psicoterapia e acupuntura podem trazer ganhos significativos na melhora dos sintomas desse problema de saúde”, finaliza.

Últimas