Folha Vitória Fim da restrição de horário para estabelecimentos de horário de Guarapari

Fim da restrição de horário para estabelecimentos de horário de Guarapari

Além do comércio, o novo decreto flexibiliza o acesso às praias e a entrada de turistas na cidade

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O prefeito de Guarapari, Edson Magalhães divulgou na tarde desta quarta-feira (30) um novo decreto municipal com diversas flexibilizações destinadas a estabelecimentos, restaurantes e similares, centros comerciais, feiras livres, atividades esportivas, quiosques, praias e turistas. Apesar das liberações, a cidade impõe regras de higienização e proíbe a realização de shows, o funcionamento de cinemas e outros.

O decreto que entra em vigor hoje (30), foi formulado após Guarapari ser classificada como Risco Baixo no Mapa de Gestão de Risco anunciado semanalmente pelo Governo do Estado. Dentre as flexibilizações, o município passa a favorecer o funcionamento comercial diário, com exigências de higienização.

Além do comércio alimentício, de rua, feiras e shoppings, atividades físicas ao ar livre, esportes e lazer também podem ser praticados, seguindo diversas precauções.

Turismo

A partir de hoje, praias de Guarapari estão oficialmente liberadas para uso e permanência, devendo apenas ser respeitado o distanciamento social e medidas sanitárias de saúde.

Com a flexibilização, o acesso de ônibus e vans de turismo também está liberado. Aluguéis de imóveis para temporada estão permitidos, mas a ocupação deve ser limitada a 50% da capacidade.

Ficam vedados

“Art. 17. Permanecem vedados:

I – a realização de shows, apresentações artísticas e bailes, exceto apresentação artística na modalidade “voz e violão”, individualizada e sem amplificação de som, respeitando-se as regras de distanciamento obrigatório;

II – o funcionamento de cinemas, boates, casas de shows e afins, exceto cinemas e outras apresentações culturais no formato drive in;

III – a circulação de triciclos e equipamentos similares de uso coletivo nos calçadões das praias de Município;

IV – visitas à instituições de longa permanência de idosos, bem como às instituições de tratamento de dependentes quí-micos e unidades de acolhimento institucional de crianças e adolescentes, localizados no Município de Guarapari, possibi-litando o uso de videochamadas, telefonemas ou outras formas similares para promover o contato dos residentes e seus familiares;“.

Texto: Larissa Castro

Últimas