Folha Vitória 'Foi uma grande sorte', diz agente da Guarda que localizou jovem resgatado em Vila Velha

'Foi uma grande sorte', diz agente da Guarda que localizou jovem resgatado em Vila Velha

A vistoria na trilha onde ocorreu o acidente não é realizada com frequência e estava prevista apenas para a próxima semana

Folha Vitória
Foto: Guarda Municipal de Vila Velha
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Foram mais de 10 horas de desespero até que o jovem de 22 anos, que não teve a identidade divulgada, fosse encontrado e resgatado por equipes da Guarda Municipal de Vila Velha e do Corpo de Bombeiros. Ele caiu de uma altura de 15 metros e ficou preso entre duas rochas na Pedra do Urubu, no Parque da Mantegueira.

De acordo com o inspetor Caliman, da Inspetoria Ambiental da Guarda Municipal de Vila Velha, não é comum haver vistorias na trilha onde ocorreu o acidente. "Essa trilha a gente não faz todos os dias. Possivelmente, só faríamos na semana que vem ou no final de semana. Ele estava sem acesso a celular e ninguém mais vai lá além da nossa equipe", explicou.

Por conta da pandemia, o parque está fechado e, por isso, as rondas no local não acontecem todos os dias. Por sorte, as equipes resolveram passar pela trilha no final da tarde desta terça-feira e ouviram os gritos de socorro do rapaz. 

Durante o resgate, os bombeiros e agentes da Guarda conversavam o tempo todo com o jovem para que ele se continuasse calmo e lúcido. "Tentamos manter uma conexão o tempo inteiro, conversamos com ele sobre a vida dele para que ele se mantivesse lúcido até a chegada dos bombeiros", explicou a subsecretária e comandante da Guarda Municipal, Landa.

O jovem ficou com diversos machucados e arranhões pelo corpo. Ele foi encaminhado para um hospital de Vitória. A mãe do rapaz esteve no local e ficou muito emocionada ao ver que o filho estava salvo e bem, apesar dos ferimentos.

Para as equipes, ele contou que entrou no local pela manhã, por uma área de mata. Ele pretendia apreciar a vista. O rapaz disse que caiu por volta das 8 horas, quando escorregou ao tentar pegar o chinelo.

*Com informações da repórter Gabriela Valdetaro, da TV Vitória/Record TV

Últimas