Folha Vitória Fórum digital reúne especialistas para debater futuro da segurança no trânsito e "novo normal"

Fórum digital reúne especialistas para debater futuro da segurança no trânsito e "novo normal"

De acordo com um consultor de trânsito da Fetransportes, a crise econômica pode prejudicar o investimento na segurança e nas tecnologias de prevenção

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Discutir e pensar formas de deixar o trânsito mais seguro. Estes são alguns dos objetivos propostos pela Federação das Empresas de Transportes do Estado do Espírito Santo (Fetransportes-ES), que realiza em setembro a primeira edição do Fórum Digital de Segurança no Trânsito. O evento será 100% online e aberto ao público. As inscrições já estão abertas!

Participam da roda de debates representantes do setor público, lideranças do setor privado, além de especialistas e pessoas engajadas no tema. 

Entre os palestrantes confirmados estão o secretário Nacional de Transporte Terrestre, Dr. Marcello da Costa Vieira, o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho do Espírito Santo, Dr. Valério Heringer, o presidente do Grupo Águia Branca, Renan Chieppe, e Givaldo Vieira, diretor geral do Detran-ES.

De acordo com consultor de trânsito da Fetransportes, André Cerqueira, os problemas envolvendo a mobilidade e os acidentes são grandes desafios que precisam ser discutidos. "Cerca de 40 mil pessoas morrem no trânsito todos os anos no Brasil, segundo o DPVAT. E a perspectiva, infelizmente, é de que os números fiquem piores com o passar o tempo. O nosso objetivo é gerar conhecimento, consciência e ação para salvar vidas no trânsito", afirma.

Além de falar sobre mobilidade urbana e as tecnologias que podem ajudar a melhorar a segurança no transporte, o fórum também vai falar sobre o "novo normal" e o futuro do trânsito após a pandemia.

Segundo Cerqueira, o futuro ainda é muito incerto, mas o impacto da crise na economia pode causar transtornos no setor após a pandemia do coronavírus. "A situação ainda pode piorar, por conta do fator econômico. A falta de dinheiro vai gerar a falta de investimentos na segurança por parte das empresas e também do setor público", diz o especialista.

"Além disso, um fator que nos preocupa é a utilização das motocicletas. Neste período de crise, as pessoas tendem a recorrer às motos, por ser uma alternativa mais barata. Muita gente pode pensar em vender o carro e optar a ficar apenas com uma moto, ou utilizar a motocicleta para evitar aglomerações. E aí entra o problema. Segundo os dados recentes, 50% de todas as mortes do transito são de acidentes envolvendo motos", relata Cerqueira. Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O aumento no número de motocicletas circulando no trânsito pode também impactar na mobilidade das cidades. "Com relação a este tema existem os problemas da segurança dos motociclistas, o impacto na sustentabilidade, na saúde e também da mobilidade individual, que fica cada vez mais "inchada". Ao invés das pessoas utilizarem os transportes coletivos, o trânsito fica cada vez individualista", conta o especialista.

Como participar do fórum?

O evento terá transmissão no Youtube e acontece nos dias 15 de setembro, a partir das 8h30 e no dia 16, a partir das 12h. Quem quiser pode se inscrever gratuitamente no link:  https://www.sympla.com.br/forum-digital-de-seguranca-no-transito__925504.

Confira a programação:

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Últimas