Folha Vitória Franquias devem faturar 12% mais em 2022, segundo estudo

Franquias devem faturar 12% mais em 2022, segundo estudo

Pesquisa da ABF (Associação Brasileira de Franchising) registra sequência de crescimento neste ano, com destaque para os setores de Saúde, Beleza e Bem-estar

Folha Vitória
Foto: Divulgação/DINO

Apesar do cenário político imprevisível que o Brasil vive atualmente, com a proximidade do segundo turno do pleito presidencial, no segundo trimestre deste ano, as redes de franquias tiveram um faturamento dobrado em comparação ao primeiro trimestre do ano, de acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising). Na comparação com o ano passado, houve uma manutenção no faturamento em todas as regiões do país, com a previsão de que o ano se encerre com o aumento de 12% no faturamento, e alta de 5% na geração de empregos. 

O momento econômico brasileiro apresenta vários desafios, mas, por outro lado, apresenta oportunidades. Como apontam os números da ABF do 2º trimestre de 2022, que indicam um acréscimo de 4 mil operações de franchising no país, totalizando 178 mil negociações. Sozinho, o segmento de Beleza, Saúde e Bem-estar representou um aumento de 20,1% neste mesmo período de faturamento.

O setor também se destaca no faturamento acumulado nos últimos 12 meses, com R$ 42,5 bilhões, levando-se em consideração o período compreendido entre o terceiro trimestre de 2021 até o segundo trimestre de 2022.

“Mesmo diante da existência de crises e períodos de incertezas na economia brasileira, as franquias costumam se manter bem”, diz Lucas Romi, sócio vice-presidente de Expansão e Novos Negócios na Odontoclinic. 

Potencial de crescimento 

As franquias se encaixam no momento desafiador do Brasil, por agregar muitas oportunidades e chances de crescimento. “Aliás, o empreendedor deve focar nas oportunidades, pois há chances de aproveitar todo o potencial de um mercado que vem crescendo”, aponta Romi. 

O potencial de crescimento é comprovado pelos dados apresentados pela ABF, com o crescimento de 12,9% no faturamento entre o 1º trimestre de 2021 e o mesmo período deste ano. 

Para Romi, existe uma junção entre a marca consolidada, o modelo de negócio e a gestão estratégica. “Isso acaba favorecendo as tomadas de decisões, as oportunidades aumentam, principalmente na prospecção e fidelização dos clientes”, afirma.

O empresário finaliza alertando que, para que se tenha bons resultados com o modelo de negócios de franquias, não basta querer, é preciso estudar o mercado de maneira aprofundada e analisar quais são as melhores opções e ramos para o investimento, visando obter um negócio consolidado e com chances de alta rentabilidade. 

Para saber mais, basta acessar: http://franquiaodontoclinic.com.br

Últimas