Folha Vitória Governo amplia horário de comércio e shoppings nas cidades do ES em risco alto

Governo amplia horário de comércio e shoppings nas cidades do ES em risco alto

Mudanças foram publicadas em uma edição extra do diário oficial na tarde deste sábado (5)

Folha Vitória
Foto: Luciane Ventura
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Governo do Espírito Santo publicou neste sábado (5) em uma edição extra do diário oficial uma mudança no horário de funcionamento de shoppings e comércio de rua para cidades classificadas em risco alto.  

A partir de agora, shoppings podem funcionar de segunda a sábado de 12h até às 20h. Já o comércio de rua não tem restrição de horário de abertura aos sábados.

Antes, shoppings nas cidade em risco alto só podiam funcionar de segunda a sexta de 12h às 20h e aos sábados de 12h às 16h. Restaurantes nos shoppings seguem com o horário de funcionamento de 12h às 16h. 

Já o comércio de rua, centros comerciais e galerias podiam funcionar das 10h às 18h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 10h às 14h. Agora aos sábados esse limite para abertura não existe mais. 

Mapa de risco

O último mapa de risco divulgado na sexta (4) apresentou que na Grande Vitória, apenas Vila Velha segue em risco alto. Vitória, Cariacica, Serra e Guarapari estão em risco moderado e Viana em risco baixo. Fundão, que faz parte da Região Metropolitana, está em risco alto.

Confira as regras de cada classificação de risco:

RISCO ALTO

Bares e restaurantes

- Funcionamento de restaurantes das 10h às 20h, de segunda a sexta, e aos sábado de 10h às 16h;

- Distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência podem funcionar das 10h às 16h, sem consumo presencial;

- Suspensão do funcionamento dos bares.

Medidas sociais

- Suspensão da realização de eventos;

- Suspensão da visitação de unidades de conservação ambiental e do funcionamento de todos os parques municipais;

- Suspensão do funcionamento dos cinemas, teatro, circos e similares, exceto em formato drive-in;

- Suspensão de funcionamento de espaços de lazer e recreação infantil, parques de diversões e similares.

Ensino

- Atividades presenciais autorizadas apenas para a educação infantil e fundamental I. Nos demais níveis, é autorizado o atendimento presencial, porém de maneira individual. Os demais estudantes devem permanecer com aulas online.

Trabalho remoto

- Trabalhadores que atuam na área administrativa, independente do ramo da atividade, inclusive no ramo da administração pública direta e indireta, deverão atuar prioritariamente em trabalho remoto.

Agências bancárias

- Poderão funcionar normalmente

Academias

- Vedada realização de atividades aeróbicas;

- Limitação de número de alunos por área do estabelecimento conforme Portaria SESA nº 226, Art. 11, §2º. Limitação de até 20 alunos por horário de agendamento, respeitando o limite de 15m² por aluno.

Sem restrições

- Farmácias, comércio atacadista, distribuidoras de gás de cozinha e água, supermercados, minimercados, hortifrútis, padarias, lojas de produtos alimentícios, lojas de cuidados animais e insumos agrícolas, postos de combustíveis, borracharias, oficinas de reparação de veículos automotores e bicicletas, estabelecimentos de vendas de materiais hospitalares e casas lotéricas.

RISCO MODERADO

Comércio, Bares e Restaurantes

- Funcionamento dos estabelecimentos comerciais sem limite de horário. Entretanto, algumas regras precisam ser seguidas, como a limitação de um cliente por 10m², obrigatoriedade do uso de máscaras para funcionários e clientes, distanciamento social em filas, entre outras;

- Funcionamento de bares, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas de segunda a sábado, até as 22h, e aos domingos até as 16h.

Academias

- Possibilidade de atividades aeróbicas, desde que de maneira individual. A realização de atividades aeróbicas coletivas segue vedada;

- Limitação do número de alunos por área do estabelecimento conforme Portaria SESA nº 226-R, Art. 11 §2º.

Ensino

- Escolas podem abrir normalmente, para atividades com a presença de alunos, desde que a limitação da ocupação das salas de aula seja de 50% de sua capacidade.

Últimas