Folha Vitória Governo do ES anuncia reestruturação das forças de segurança

Governo do ES anuncia reestruturação das forças de segurança

O decreto assinado, nesta segunda-feira (27), pelo governador Renato Casagrande prevê a abertura de concursos para as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros

Folha Vitória
Foto: Hélio Filho/Secom
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, assinou nesta segunda-feira (27) um decreto para a reestruturação da Polícia Militar (PMES) e do Corpo de Bombeiros do Estado (CBMES). A solenidade, que ocorreu no Palácio Anchieta, em Vitória, também marcou a progressão de carreira de 83 militares de duas corporações.

O decreto prevê a criação de novas unidades e a retomada do extinto Batalhão de Missões Especiais da PMES. Também estão previstas a abertura de concursos públicos para as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros. 

Além dos militares e familiares dos promovidos, a solenidade contou com a presença de autoridades. O governador destacou que as medidas têm como objetivo levar mais segurança aos capixabas. 

“Temos resolvido questões históricas dentro das forças de segurança, como o gargalo que existia, especialmente na PMES com o afunilamento de vagas para o militar avançar na carreira. Estamos fazendo investimentos, pois confio nas forças de segurança do Estado e tenho confiança que nossas ações vão produzir resultados no enfrentamento à criminalidade”, pontuou Casagrande.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Ramalho, destacou que a progressão na carreira dos militares irá reforçar o quadro de oficiais e melhorar a segurança. 

“Com a reestruturação, além de termos um melhor serviço prestado à população de diversas áreas do Estado, tivemos a oportunidade de fazer Justiça com a abertura de mais vagas dentro dos quadros de oficiais”, disse.

O comandante-geral da PMES, coronel Douglas Caus, destacou que o governo tem investido na realização de concursos e em melhoria na estrutura das unidades para reforçar a segurança no Estado.

“Esse é um ato de planejamento operacional da Polícia Militar, discutido de maneira exaustiva e que resultou hoje nessas promoções. No primeiro dia de gestão, o governador nos determinou que a gente focasse no efetivo operacional da PMES, que fazia parte de um quadro da segurança pública desmantelada", disse.

O comandante-geral do CBMES, Alexandre Cerqueira, lembrou dos avanços da corporação nos últimos anos. 

“Quando assumimos o Comando, em janeiro de 2019, o governador nos pediu para que o Corpo de Bombeiros prestasse o melhor serviço possível à população. Fizemos um planejamento e os investimentos vieram fortes. Foram investimentos robustos em novas viaturas, postos avançados, Centro de Inteligência da Defesa Civil, que é o mais moderno do País, além da reposição de efetivo com a contratação de mais de 200 novos militares”, frisou.

Veja os concursos que foram autorizados pelo governo do ES

Entre as ações de reestruturação das forças de segurança, que fazem parte das diretrizes do programa Estado Presente em Defesa da Vida, estão previstos concursos públicos que já foram autorizados pelo Governo do Estado.

Já estão em andamento na parte administrativa e de contratação de banca os certames da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

Na Polícia Militar, serão abertas 671 vagas, sendo 560 praças combatentes; 20 oficiais médicos; 20 oficiais dentistas; cinco oficiais farmacêuticos/bioquímicos; dois oficiais médicos veterinários; dez oficiais enfermeiros; 30 praças especialistas da saúde; dois oficiais músicos e 22 praças músicos.

Já no Corpo de Bombeiros serão contratados 80 soldados. Na Polícia Civil do Espírito Santo serão mais 40 vagas para delegado de polícia.

Entenda as mudanças nas corporações

As novas Companhias Independentes da Polícia Militar serão cedidas nos bairros Nova Rosa da Penha, em Cariacica, e São Torquato, em Vila Velha, além dos municípios Jaguaré e Pinheiros, no interior do Estado.

O Comando de Polícia Ostensiva Metropolitano (CPOM) também terá mudanças. Ele será dividido em duas unidades. Uma será responsável pelo comando do policiamento em Vitória e Serra, e a outra irá abranger os municípios de Cariacica, Vila Velha, Viana e Guarapari. 

Já a Companhia Independente de Missões com Cães será elevada ao patamar de Batalhão de Ações com Cães.

Novas unidades do Corpo de Bombeiros também foram criadas, como o Centro de Inteligência de Defesa Civil, o Centro Especializado de Resposta à Desastres, a 4ª Companhia Independente de Bombeiros Militar, localizada no município de Vila Velha, e a 5ª Companhia Independente de Bombeiros Militar, no município da Serra.

O novo decreto altera a nomenclatura dos Comandos de Policiamento Ostensivo (CPOs). Antes divididos em Metropolitano, Norte, Sul, Noroeste e Serrano, eles passam a ser Comandos de Polícia Ostensiva Regional. 

Últimas