Folha Vitória Grávida é esfaqueada pelo marido, que é amarrado por vizinhos até a chegada da polícia

Grávida é esfaqueada pelo marido, que é amarrado por vizinhos até a chegada da polícia

Ao tentar socorrer a mulher, outras duas pessoas também foram esfaquedas, uma delas ainda dentro da casa, e a outra, no meio da rua

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma mulher grávida foi esfaqueada pelo companheiro, que foi preso em flagrante apos tentar matar a esposa. Os vizinhos relataram que o casal vivia bem e que ele é um homem muito tranquilo. Eles ainda estão sem entender o que o aconteceu e acreditam que o suspeito tenha tido um surto.

O caso aconteceu por volta das 23 horas deste sábado (22), em Cidade Pomar, na Serra. A mulher de aproximadamente 30 anos, que está esperando um bebê, foi esfaqueada pelo próprio companheiro, pai da criança. 

Ainda de acordo com uma vizinha, depois de ter sido esfaqueada, a vítima, que estava calma, mas ensanguentada, foi até até porta da casa dela pedir ajuda. A grávida falava o tempo inteiro que queria sobreviver para criar o bebê e a sua outra filha de aproximadamente 8 anos.

Os vizinhos ainda contaram que, no dia do crime, pouco antes de tudo acontecer, os dois estavam bem e até foram vistos abraçados e conversando. Poucos minutos depois, ouviram os gritos de socorro da vítima e as pessoas que moram perto subiram na casa para tentar ajudar. 

Ao tentar socorrer a mulher grávida, outras duas pessoas também foram esfaquedas, uma delas ainda dentro da casa, e a outra, no meio da rua. A irmã de um dos feridos contou que ele foi atingido para proteger a mãe, que também foi até a casa do casal para tentar ajudar.

Depois de ter esfaqueado a esposa e outros dois vizinhos, o suspeito foi contido por populares que o amarraram até a chegada da polícia. A vítima era autônoma, fazia lanches e vendia em casa mesmo. Já o marido, trabalhava fora e ainda a ajudava com o trabalho dela. 

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas foram socorridas e levadas a UPA da região, onde receberam os primeiros atendimentos e, posteriormente, foram encaminhadas ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência de Vitória. O acusado foi detido e encaminhado ao Plantão Especializado da Mulher. 

*Com informações da repórter Polyana Martinelli, da TV Vitória/Record TV

Últimas