Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

H1N1: ES está entre os Estados com maior aumento de casos de SRAG no Brasil

Até o último dia 27 de maio, o Espírito Santo registrou 153 casos e 11 mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave, segundo a secretaria...

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7


Folha Vitória
Folha Vitória

A Fiocruz divulgou nesta quinta-feira (1), o Boletim InfoGripe da Fiocruz. O documento acende o alerta para um aumento no número de casos em adultos associados ao vírus influenza A, predominando o H1N1. 

Das 27 unidades federativas do Brasil, 19 estados figuram na lista dos que mais registraram o aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)e o Espírito Santo está entre eles. 

Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins completam a relação.

>> Entre no grupo do Folha Vitória no WhatsApp e receba notícias gratuitas sobre Saúde. Participe também do nosso canal no Telegram!

Publicidade

Já nas crianças, principalmente na faixa até os dois anos, são os novos casos e internações por Vírus Sincicial Respiratório (VSR) permanecem em ascensão. É importante destacar que esse vírus figura como uma das principais causas de infecções das vias respiratórias e dos pulmões em recém-nascidos e crianças.

Ainda de acordo com a Fiocruz, O VSR é responsável por até 75% das bronquiolites e 40% das pneumonias em crianças de até 2 anos de idade.

Publicidade

ES registrou 153 casos e 11 mortes por SRAG até o último dia 27 de maio

Diante de um cobertura vacinal abaixo do ideal - 39% dos 90% preconizados pelo Ministério da Saúde para grupos prioritários - o Espírito Santo prorrogou a Campanha de Vacinação contra a Influenza.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o objetivo é melhorar a cobertura vacinal de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos e mais, povos indígenas, professores e trabalhadores da saúde.

Publicidade

Diante do crescimento de casos da doença no Estado, torna-se ainda mais importante alcançar a cobertura ideal uma vez que colabora com a manutenção do controle de casos e mortes pela gripe. 

Até o dia 27 de maio, o Estado somou 153 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Influenza e 11 mortes.

“A prorrogação da campanha vem para ajudar a proteger a população com a ampliação da cobertura vacinal. Todos com mais de seis meses de idade podem se vacinar, mas fazemos um apelo, em especial aos grupos prioritários, que busquem um serviço de saúde próximo a sua casa para receber a dose contra a gripe”, disse a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis (PEI), Danielle Grillo.

LEIA TAMBÉM: Espuma na urina pode indicar problema de saúde; veja risco e saiba o que fazer

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.