Folha Vitória Hipertensos, diabéticos e cardíacos podem ter vacina liberada ainda nesta semana no ES

Hipertensos, diabéticos e cardíacos podem ter vacina liberada ainda nesta semana no ES

Antecipação da segunda fase depende do número de vacinas recebidas ao longo da semana. Quase 600 mil capixabas serão imunizados

Folha Vitória
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Segunda fase da vacinação do grupo com comorbidades poderá ser adiantada no Espírito Santo. A previsão otimista foi anunciada pelo secretário estadual de saúde, Nésio Fernandes, durante uma entrevista coletiva que aconteceu na tarde desta segunda-feira, dia 03.

"Nós dividimos o grupo das comorbidades em duas fases, considerando o ritmo das vacinas. Mas com o grande volume encaminhado, pode levar ainda nesta semana a autorização para a vacinação do segundo grupo. Entre amanhã e quarta-feira ocorrerá a deliberação e a divulgação à população. A fase dois pode ser antecipada", informou Nésio.

No último sábado (1), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), divulgou os critérios de priorização para vacinação contra a covid-19 dos próximos grupos a serem imunizados no Espírito Santo. As normas foram definidas pelo governo do Estado e as prefeituras dos municípios capixabas, por meio da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Segundo estimativas do Ministério da Saúde, 598.246 pessoas fazem parte desses grupos, sendo 401.670 de comorbidades, 148.611 pessoas com deficiência permanente e 47.965 de gestantes e puérperas. Por isso, serão necessárias duas fases para a complementação deste grupo de mais de meio milhão de capixabas.

Início da primeira fase

Na Grande Vitória, a Capital e Vila Velha abrem agendamento nesta segunda-feira, a partir das 17h. Em Cariacica, o agendamento começou no último sábado (1). Já a Prefeitura da Serra, ainda não informou quando vai abrir o agendamento.

Leia mais: Vitória e Vila Velha abrem vagas para vacinação de pessoas com comorbidades nesta segunda

Entendas as duas fases da imunização

Na primeira fase da imunização, serão vacinadas pessoas com idades entre 18 e 59 anos, que tenham as seguintes comorbidades:

- Síndrome de Down ou deficiência intelectual/mental (autismo, paralisia cerebral ou outras síndromes que desencadeiam a deficiência intelectual/mental);

- Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise);

- Pessoas com fibrose cística;

- Gestantes e puérperas com comorbidades;

- Pessoas com obesidade mórbida.

Além disso, ainda nessa etapa, quem tiver entre 55 e 59 anos, deficiência permanente e for cadastrado no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), também terá direito ao imunizante.

Já na segunda fase, haverá um escalonamento considerando a faixa etária. O primeiro grupo a ser imunizado será o de pessoas entre 50 a 59 anos. Em seguida, as de 40 a 49 anos, de 30 a 39 anos e de 18 a 29 anos.

Nessa etapa receberão a vacina: pessoas com comorbidades pré-determinadas no Plano Nacional de Vacinação; gestantes e puérperas, independentemente de condições pré-existentes; e pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Veja a lista de comorbidades do Plano Nacional de Vacinação

- Diabetes

- Pneumopatias crônicas graves

- Hipertensão Arterial

- Insuficiência cardíaca

- Hipertensão pulmonar

- Cardiopatia hipertensiva

- Síndromes coronarianas

- Valvopatias

- Miocartiopatias e Pericardiopatias

- Doenças da Aorta

- Arritmias cardíacas

- Cardiopatias congênitas

- Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados

- Doença cerebrovascular

- Imunossuprimidos

- Hemoglobinopatias

- Obesidade mórbida

- Síndrome de Down

- Cirrose hepática 

Últimas