Folha Vitória Home office durante a pandemia aumenta níveis de estresse. Veja como conciliar trabalho e saúde

Home office durante a pandemia aumenta níveis de estresse. Veja como conciliar trabalho e saúde

As dicas são conhecidas: meditação, alimentação saudável, prática de exercícios e contatos pessoais

Folha Vitória
Foto: Pixabay
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A pandemia da covid-19 trouxe para muitos uma nova realidade. Com a adoção do home office, muitas pessoas passaram a se dedicar mais tempo ao trabalho, assumindo jornadas mais longas e, consequentemente, mais exaustivas.

Nesse cenário, cuidar da saúde mental tornou-se essencial. "Os casos de déficit de atenção tem crescido entre os adultos por conta do alto número de informações ao mesmo tempo. As pessoas não desligam. O celular, por exemplo, nos deixa 24h no ar", disse a psicóloga e mestre em administração estratégica, Vânia Goulart. 

De acordo com a especialista, é preciso respeitar os limites do corpo e descansar. " O cérebro, como uma máquina, precisa de um descanso. É preciso trazer para as pessoas a consciência de que ele é um músculo e que precisa de manutenção", disse. 

As dicas são conhecidas: meditação, alimentação saudável, prática de exercícios e contatos pessoais. "Meditação, para trazer calma para o cérebro, um momento em que você consegue deixar os pensamentos passarem sem que você os controle. É preciso desligar os pensamentos, que foque em apenas um. Pode ser sentado, com mantra, mas pode ser no banho, lavando louça", explicou a psicóloga.

Vânia disse que 3 minutos de meditação por dia já são suficientes. Além de uma boa alimentação, saudável, que traga nutrientes para o corpo e mente. A atividade física deve ser feita pelo menos 3 vezes por semana. E como somos seres relacionais, precisamos também do abraço, do olhar, do contato.

Atenção com a rotina e os horários 

A psicóloga explicou que estabelecer horários para organizar o dia é uma excelente forma de trazer mais calma para o dia a dia. "Nós limitamos o vídeo game das crianças, então limite os celulares dos adultos. Determine um horário para olhar o celular, e-mail. Estabeleça ciclos de horários para que você se dedique ao que é importante", explicou

Vânia reforçou que organizar o dia facilita a entender quanto tempo temos disponível para nós mesmos. "Todo mundo tem 24h em um dia. Uma média de 7h de descanso, 8h de trabalho e mais 8h que fazem a diferença na vida de todo mundo. Normalmente perdemos essas horas no transito, para resolver problemas, e não cuidamos dessas 8h particulares", finalizou. 

Dicas para conciliar trabalho e saúde emocional

Viviane Marchesi é psiquiatra da Aube – Cuidados da Mente, clínica capixaba idealizadora da campanha Ame Sua Mente, lançada recentemente para alertar sobre as necessidades de cuidados com a saúde mental. 

Veja abaixo as principais dicas para conseguir trabalhar e cuidar do corpo e da mente:

- Como o estresse das longas jornadas afetam o corpo? Qual é a ligação entre o estresse e as doenças cardiovasculares?

O estresse leva a ativação do sistema nervoso autônomo simpático, com aumento da liberação das catecolaminas (adrenalina e noradrenalina), que ativam o sistema cardiovascular, gastrointestinal, glândulas exócrinas, medula adrenal.

Com a persistência do estresse, o eixo hipotálamo hipófise adrenal (HPA) é ativado afetando o metabolismo, comportamento, sistema imune e reprodução.

Quando falamos sobre doenças cardiovasculares, o que acontece é que as catecolaminas são secretadas muito rapidamente em momentos de picos de estresse, causando aumento da pressão arterial, taquicardia e até infarto agudo do miocárdio.

- Quais os sintomas e quando a pessoa deve buscar ajuda?

Na prática, acontecem manifestações de desgaste generalizadas na saúde física e mental do trabalhador: alterações do humor, irritabilidade, sensação de desânimo, fadiga, dores musculares, cefaleia, dificuldade de concentração, falhas da memória, indisposição gástrica e dores no estômago, taquicardia, redução do apetite, sensação de falta de ar, dificuldades para dormir.

A constância desses sintomas é o sinal de alerta para que a pessoa busque ajuda profissional psiquiátrica e psicológica.

- O que pode ser feito para cuidar da saúde mental e evitar ou aliviar o estresse, a fadiga, o burnout das longas jornadas? 

As pessoas devem pensar sua relação com o trabalho, e as consequências dessa relação na vida fora do ambiente laboral. É muito importante ter gestão do tempo, estabelecendo uma rotina, com local adequado para o trabalho e limites de horário. Quanto mais disciplinada a rotina, mais fácil separar a vida profissional da pessoa.

É importante fazer pausas de tempos em tempos, realizar exercícios físicos com regularidade, manter bons hábitos alimentares e respeitar o horário de dormir.

Últimas