Folha Vitória Homem atira na frente da casa de policial penal; adolescente que estava com o suspeito é apreendida

Homem atira na frente da casa de policial penal; adolescente que estava com o suspeito é apreendida

De acordo com a Associação dos Policiais Penais do estado., apesar do susto, os profissionais da área são treinados para situações de risco e são experientes

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Moradores do bairro Aribiri, em Vila Velha, levaram um susto durante a madrugada desta terça-feira (16). Um homem, acompanhado de uma menor, que foi apreendida, efetuou disparos em uma rua da região. De acordo com o presidente da Associação dos Policiais Penais do Estado, Paulo Ogênio, o alvo era um policial penal, que mora no local. 

Por volta de meia-noite, o policial penal, que preferiu não ser identificado, ouviu barulho de tiros vindo da rua e decidiu averiguar a situação. De acordo com a associação, foi nesse momento que o agente pegou a arma e foi até a janela na tentativa de ver o que estava acontecendo. 

"O colega estava assistindo TV, na sala da casa dele, quando ouviu o disparo. Ele foi tomar conhecimento do que se tratava aquele disparo. Quando colocou a cara na janela, ele viu um elemento de 1,80 m de altura, de cor morena, que quando olhou pra cima e viu ele (o agente), efetuou outro disparo em direção à ele. Porém, pelo próprio ofício, a gente já anda assustado com tudo que acontece ao nosso redor. Ao ir verificar aquela situação, ele já foi com a arma em punho. Quando o elemento atirou na direção dele, ele já efetuou disparos em cima desse cara (o criminoso), para repelir a ação criminosa que estava acontecendo na rua", contou o presidente Paulo Ogênio. 

Após o confronto, o policial pediu apoio à Polícia Militar e foi atrás da dupla. Os moradores da região também ajudaram na busca e informaram o local, onde a arma usada no crime foi deixada. 

"Um morador falou que o elemento havia dispensado alguma coisa embaixo de um veículo, que estava naquela região, e provavelmente seria a arma utilizada no crime", disse o presidente. 

 Os vizinhos estavam certos e a arma foi encontrada. Embaixo do carro estava um revólver calibre 38, com seis munições, sendo duas delas deflagradas. 

O policial penal reconheceu a adolescente, que estava próximo ao veículo, e ela foi conduzida para a delegacia regional. Segundo a associação, era uma adolescente de 16 anos já conhecida da polícia. 

O rapaz, que teria efetuado os disparos, não foi localizado. De acordo com os moradores, ele seria integrante do tráfico de drogas da região e está em um relacionamento com a menor apreendida. 

O presidente da associação acredita que a dupla já conhecia o endereço do policial penal e foi até o local com a intenção de atirar na residência, ou até mesmo, no agente. 

A Polícia Civil informou que a ocorrência está em andamento na Delegacia Regional de Vila Velha. 

Últimas