Folha Vitória Homem é internado com hemorragia cerebral após ser espancado por 10 pessoas

Homem é internado com hemorragia cerebral após ser espancado por 10 pessoas

De acordo com o relato da vítima à polícia, a dona do bar que ele frequenta reclamou que o homem estava olhando para ela de um jeito que ela não gostou

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem, de 45 anos, está em estado grave com hemorragia cerebral e o tímpano estourado, após ser espancado por cerca de 10 pessoas em um bar no bairro Jardim Tropical, na Serra.  

De acordo com a polícia, a vítima trabalha como lavador de carros. A tentativa de homicídio aconteceu enquanto ele bebia em um estabelecimento da região. 

A vítima contou à polícia que estava em um bar bebendo, quando a dona do estabelecimento reclamou que ele estaria olhando demais para ela, de um jeito que ela não gostou. Ele afirmou que não olhou dessa forma, mas ela continuou dizendo que ele estava olhando para ela. 

Nesse momento, a proprietária reclamou para um outro homem que estava no local. Ele foi até a vítima e o expulsou do estabelecimento. Do lado de fora, cerca de dez pessoas agrediram o lavador de carros. 

Segundo o relato dado à polícia, ele só se lembra dos chutes porque depois disso, perdeu a consciência. Segundo testemunhas, uma mulher viu as agressões, acionou o Samu que foi até o bar socorrer a vítima que já estava inconsciente. 

A confusão aconteceu no último domingo (14), mas apenas na segunda-feira (15) a mãe da vítima recebeu uma ligação da equipe do hospital informando sobre a situação do filho. 

"Me ligaram e na hora que fui atender ao telefone, falaram que era do hospital e que ele estava todo arrebentado. Todo quebrado. Só na cabeça também", relatou a mãe.

O lavador de carros mora com a mãe. Ela achou estranho o fato de o filho não ter voltado para casa naquela noite. Disse, ainda, que não conseguiu dormir direito sem notícias dele. 

"Olhava toda hora no quarto dele. E ele nunca chegava. Fiquei rodando sem conseguir dormir a noite toda. Amanheceu o dia e eu fiquei preocupada, falando com as vizinhas que ele não tem costume de dormir na casa de ninguém", contou.

 Com as informações passadas por testemunhas e a polícia, a equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV foi até o local da confusão. Ao chegar no endereço, conversou com a dona do bar. Ela afirmou que as agressões não aconteceram no estabelecimento dela. Disse também que há muito tempo não acontece nada por lá. 

Segundo os moradores, que não quiseram gravar entrevista, a região é dominada pelo tráfico de drogas. 

O homem está internado, segundo os médicos, em estado grave. Mesmo com a hemorragia cerebral causada pelas pancadas na cabeça e os tímpanos estourados, a família acredita na recuperação da vítima e se apega à fé para receber boas notícias. 

A sobrinha da vítima foi orientada pela PM a ir ao Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra para que o caso seja investigado.

De acordo com a Polícia Civil, a ocorrência não foi localizada na Delegacia da Serra. 

*Com informações da repórter Nathália Munhão, da TV Vitória / Record TV.

Últimas