Folha Vitória Homem é preso suspeito de agredir irmã e ameaçar mãe

Homem é preso suspeito de agredir irmã e ameaçar mãe

De acordo com a mãe do rapaz, as discussões são constantes e acontecem quando ele ingere bebida alcoólica

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem de 25 anos foi preso no bairro Lagoa de Jacaraípe, na Serra. Ele é suspeito de agredir a irmã e ameaçar a mãe. 

De acordo com a mãe do suspeito, essa não é a primeira vez que a família passa por esse tipo de situação com o rapaz, que constantemente faz uso excessivo de álcool e se mostra agressivo em casa.

A confusão teve início com uma discussão no último domingo (06). A mãe, que tem 45 anos, contou que era por volta de 8 horas quando começou a discutir com o filho.

Em poucos minutos de desentendimento, o rapaz apresentou um comportamento violento e segundo ela, o suspeito fez várias ameaças de morte, mas neste momento, a outra filha dela chegou.

"Durante a discussão, minha filha desceu as escadas perguntando o que estava acontecendo, eu disse para ela ficar na dela e para não se preocupar. Logo depois disso ele veio agredir a menina. Nessa hora, os dois se agarraram, ele deu uma cotovelada e uma gravata nela que logo caiu no chão. Quando eu vi que ele estava enforcando minha filha eu fui para cima e bati nele".

A mulher afirmou que agrediu o filho em legítima defesa para salvar a filha que já estava no chão. Ela disse que por conta do consumo excessivo de álcool por parte do rapaz, essa não é a primeira vez que a família passa por essa situação.

"Ele é uma pessoa que nem deveria beber porque sóbrio é uma outra pessoa. Ele é calmo, de boa conversa, super gente boa, ajuda as pessoas e é maravilhoso, mas quando coloca o álcool na boca ele se transforma e o pior que isso afeta a mim".

Assim que a mãe conseguiu segurar o filho durante a discussão, a família acionou a Polícia Militar, mas antes de ser levado para uma delegacia de Vitória, o jovem resistiu à abordagem dos policiais.

"Ele fez gracinha com o policial, ele não queria passar o registro dele aí eu subi, peguei o registro dele, entreguei na mão do policial, o policial algemou, colocou ele no camburão e seguimos para Vitória".

A mãe explicou que solicitou uma medida protetiva contra o filho e que ele continua preso. A mulher lembrou que foi agredida verbalmente e por isso não tem lesões, mas que a filha ficou com algumas escoriações pelo corpo. A mulher disse que deseja que o filho aprenda algo com a prisão.

"Eu tenho outros filhos, não é só ele. Tenho uma pequena de cinco anos que viu toda a situação. Depois fica complicado porque pode acontecer coisa pior, então eu prefiro manter distância dele".

O suspeito foi autuado em flagrante pelos crimes de lesão corporal qualificada, injúria real, ameaça e desobediência. Ele foi levado para o presídio.

* Com informações da repórter Jéssica Cardoso, da TV Vitória/RecordTV

Últimas