Folha Vitória Hospital Materno Infantil da Serra é inaugurado com cartório civil e expansão de leitos

Hospital Materno Infantil da Serra é inaugurado com cartório civil e expansão de leitos

No local também terá um ambulatório voltado para atendimento às vítimas de violência sexual, que funcionará durante 24 horas

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após mais de 10 anos de obras, o Hospital Materno Infantil da Serra foi inaugurado nesta quarta-feira (16). A operação, no entanto, deve começar no próximo sábado (19), com o atendimento à população

A gestão será realizada pela Santa Casa de Misericórdia e, neste primeiro momento, contará com 50 leitos para alojamento de gestantes e puérperas de risco habitual; Centro Obstétrico com três salas cirúrgicas e sete quartos de Pré-Parto, Parto e Pós-Parto; exames de imagem e laboratoriais e sala de vacina.

Além do atendimento especializado em saúde, um cartório civil funcionará no local para fazer o registro dos bebês. Outra novidade é que não haverá ala de berçário. No Materno Infantil, a mãe não sai de perto do seu filho.

No local também terá um ambulatório voltado para atendimento às vítimas de violência sexual, que funcionará durante 24 horas. Uma equipe multidisciplinar, composta por médico, enfermeiro, assistente social e psicólogo, estará preparada para acolher e atender a todos.

Quando estiver operando na sua totalidade, a partir de abril/maio deste ano, o Hospital Municipal Materno Infantil terá a capacidade mensal para 638 internações obstétricas de risco habitual e 255 de risco alto, além de 51 internações de cirurgia pediátrica; 128 internações de ginecologia clínica e cirúrgica; 55 internações em Unidade de Terapia Neonatal (Utin); 51 internações de Tratamento Intermediário Neonatal Convencional (UCINCO); 26 internações em Unidades de Tratamento Intermediário Neonatal Prematuro (UCINCA), ou leito-canguru; 51 internações em Unidade de Terapia Intensiva Adulta (UTI); isso sem contar com as 3.240 consultas de pronto-socorro e 2.304 consultas em ambulatório de especialidades.

Maternidade de Carapina encerra atividades

Com a inauguração do Hospital Municipal Materno Infantil, a Maternidade Coronel Leôncio Vieira de Rezende, conhecida como Maternidade de Carapina, encerrará as atividades na próxima sexta-feira (18).

Somente nos últimos 20 anos nasceram por lá 34.981 crianças, segundo dados do Tabnet ES/ Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc). Um dos equipamentos municipais de saúde mais antigos da Serra - com mais de 30 anos - ainda é reconhecido, pelo Fundo Internacional de Emergência das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como Hospital Amigo da Criança (IHAC), por estimular o parto normal e o aleitamento materno.

A Maternidade de Carapina vai encerrar suas atividades com 38 leitos de risco habitual, para dar as boas-vindas ao Hospital Municipal Materno Infantil, que acaba de nascer. 

Últimas