Folha Vitória Idosa chega 15 minutos atrasada e fica sem vacina em Cariacica

Idosa chega 15 minutos atrasada e fica sem vacina em Cariacica

A Secretaria de Saúde de Cariacica disse que quando o usuário chega atrasado, e ainda está dentro do horário de funcionamento da sala de vacina, a orientação é para que seja realizada a aplicação da dose

Folha Vitória
Foto: Claudio Postay/Prefeitura de Cariacica
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Moradora do bairro Porto Santana, em Cariacica, teve a vacina contra a covid-19 negada por causa de um atraso de 15 minutos do agendamento. Érica Mônica Dalbem agendou a segunda dose da vacina para a sua mãe Creuza Valeriana Dalbem, de de 68 anos, para o horário das 15h, na última sexta-feira (10). 

A aplicação da dose seria no bairro Nova Rosa da Penha II, no entanto, elas chegaram ao local às 15h15. Por conta do atraso, segundo Érica, a mãe não recebeu a dose. 

Creuza Valeriana é idosa e tem comorbidades. Ela iria tomar a segunda dose do imunizante da Astrazeneca/Fiocruz. "A dose dela já estava atrasada. Levei o comprovante de agendamento e de moradia, mas mesmo assim não quiseram dar", contou.

Segundo Érica, outra senhora que também estava presente no momento não pôde receber a dose devido ao atraso. A justificativa dada na ocasião pela coordenadora é de que não seria possível abrir uma dose para aplicar em duas pessoas. A ampola da Astrazeneca é feita em frasco multidose para aplicação de 5 doses (0,5ml/dose).

"Saí de casa com ela era 13h30 e fomos de ônibus, mas quando chegamos lá eram 15h15 e não tiveram empatia com a gente", desabafou. Depois do ocorrido, a mulher abriu uma reclamação na ouvidoria do município. 

OUTRO LADO

Sobre este caso, a Secretaria Municipal de Saúde de Cariacica (Semus) respondeu que quando o usuário chega após o horário, e ainda está dentro do horário de funcionamento da sala de vacina, a orientação é para que seja realizada a aplicação da dose.

A prefeitura explica que o sistema de agendamento não gera o local por endereço de moradia. A marcação é feita por escolha do usuário que está agendando a aplicação, que seleciona o local e o horário que forem de seu interesse.

A Semus acrescenta que as doses reservadas para usuários agendados que não compareceram são aplicadas dentro do grupo conforme novos agendamentos.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que a operacionalização da vacinação no território é responsabilidade do município.

Últimas